Maior banco da Suíça irá oferecer serviços relacionados a criptomoedas

Julius Baer decide fazer parte do mercado de cripto

Recentemente o Julius Baer, maior banco da Suíça, realizou uma parceria com a SEBA Crypto para oferecer serviços relacionados a criptomoedas.

De acordo com a Reuters, a aliança irá possibilitar que clientes do banco tenham acesso ao armazenamento, investimento e comercialização de criptoativos.

O Julius Baer segue a tendência do Falcon Private Bank, que em 2017 se associou ao Bitcoin Suisse para permitir que seus clientes obtivessem acesso ao Bitcoin, Ethereum e Litecoin.

“Estamos convencidos de que os ativos digitais irão se tornar uma classe de ativos legítimos e sustentáveis do portifólio de um investidor”, disse Peter Gerlach, chefe de mercado do Julius Baer.

O banco realizou investimentos na SEBA Crypto em 2018. A parceria será oficialmente iniciada quando a SEBA receber aprovação do licenciamento.

“A SEBA está buscando uma licença de supervisor de mercado financeiro da Suíça para construir um banco oferecendo serviços para criptomoedas, bem como estendendo os serviços bancários tradicionais para empresas do novo setor”, explicou a Reuters.

A SEBA também pretende desenvolver o próprio token e realizar uma ICO no final do ano. Aparentemente a empresa busca oferecer às criptomoedas um caminho regulamentado para que possam estar disponíveis do mesmo modo que os ativos tradicionais.

“Julius Baer irá realizar uma parceria com a SEBA para aproveitar sua plataforma e capacidades inovadoras para oferecer aos clientes da Julius Baer soluções de ponta na área de criptoativos para atender a uma crescente demanda”

Falando sobre a parceria, o CEO da SEBA Guido Buehler disse que tanto ele quanto sua equipe estão muito orgulhosos de receber o investimento da Julius Baer, acrescentando que sua empresa irá permitir um acesso mais fácil e seguro aos ativos digitais “em um ambiente totalmente regulado.”

Recentemente o banco J.P. Morgan Chase anunciou planos para a JPM Coin, stablecoin baseada na tecnologia blockchain.

E dezembro de 2018 o Singapore Bank lançou o próprio sistema de transferência baseado em um blockchain privado e ativo digital estável.

FONTE: CRYPTO INSIDER