Maior sistema de saúde dos EUA testa solução Blockchain para melhorar qualidade do armazenamento de dados

A iniciativa poderá reduzir os gastos em armazenamento, que alcançam US$2,1 bilhões por ano

De acordo com a Modern Healthcare, as maiores empresas da área da saúde dos EUA se aliaram para testar a tecnologia blockchain para aprimorar a qualidade dos dados e reduzir custos.

A iniciativa veio do Synaptic Health Alliance, conglomerado de unidades de saúde que ocupa a posição de maior sistema de saúde americano sem fins lucrativos, contando com cerca de 22 milhões de membros.

De acordo com pesquisas realizadas à partir de dados fornecidos entre setembro de 2016 e agosto de 2017, grande parte das informações contidas no Medicare Advantage Organizations possuía erros que afetavam os clientes, causando atrasos nos serviços médicos, podendo resultar em multas.

Com a tecnologia blockchain, o conglomerado espera que o sistema de armazenamento descentralizado armazene informações mais precisas de forma mais segura, contando com a capacidade de rastrear cópias quase em tempo real.

Segundo um artigo, prestadores de serviços da área da saúde gastam até US$2,1 bilhões por ano com armazenamento de dados. Com uma rede blockchain compartilhada, os custos operacionais serão drasticamente reduzidos.

Ainda mais, o diretor de informação da Ascension, Gerry Lewis, destacou que a tecnologia poderia ser mais utilizada no compartilhamento de informações clínicas de modo seguro.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli