Mais de US$ 2 milhões em Ethereum não foram reclamados

A taxa de US$ 2 milhões de uma misteriosa transação Ethereum será distribuída aos contribuintes do pool de mineração após quatro dias em espera

Parece que mais de US$ 2 milhões em ETH não serão reclamados. Depois de esperar quatro dias, a empresa de inovação de blockchain baseada na Áustria Bitfly distribuirá o produto de uma transação da Ethereum enviada com uma taxa de mais de US$ 2,4 milhões.

A transmissão foi uma das transações realizadas na semana passada, gastando um total de mais de US$ 5,2 milhões em taxas, levantando especulações sobre um grande bug não detectado em um contrato inteligente raramente usado ou chantagem financeira realizada por hackers.

A transação congelada foi inicialmente validada pelo Ethermine, um pool de mineração gerenciado pela Bitfly. A suspensão benigna pode ter atrapalhado algumas penas entre os contribuintes do pool – a Bitfly teve o cuidado de esclarecer que a ação executiva foi pontual e sempre distribuirá a recompensa de bloco completo, conforme descrito na política de pagamentos.

As discussões iniciaram após a primeira transação de alta taxa em 10 de julho no valor de quase US$ 2,6 milhões, focadas em possíveis erros em uma transação acionada automaticamente. Uma segunda transação igualmente desproporcional enviada no dia seguinte, no entanto, forçou os observadores a considerar outras possibilidades. A transação de 10 de julho foi extraída pelo SparkPool, cuja investigação está em andamento.

Após a segunda transação de alta taxa, a empresa de análise de blockchain da China, PeckShield, publicou um relatório indicando que as transações misteriosas podem ser o resultado de hackers parcialmente malsucedidos. A pesquisa afirma que uma exchange de criptomoedas não revelada teve credenciais comprometidas em um ataque de phishing.

Não foi possível drenar os fundos para seu próprio endereço devido às proteções de carteira multisig, mas as informações permitiram aos invasores fazer transações para uma pequena lista de endereços na lista de permissões. A partir daí, os hackers transmitiram as transações em questão, em um esforço para garantir um resgate da exchange, sob a ameaça de envios desnecessários adicionais.

Com o lançamento das taxas Ethermine, parece que o mistério não terá uma solução rápida. A Bitfly observou que, enquanto várias pessoas se apresentaram para reivindicar a taxa, ninguém conseguiu assinar transações da conta de envio para provar seu controle das chaves privadas.

Podemos obter apenas uma resposta após uma investigação bem-sucedida do Sparkpool, ou se a pobre alma que controla a conta decidir se apresentar e contar sua história.

Fonte: Decrypt

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.