Mais uma vítima de hackers? Binance nega hack apesar de interromper negociações

Binance nega qualquer possibilidade

Em meio a uma suspensão prolongada de sua plataforma, a exchange de Hong Kong, Binance, disse que não disponibilizará negociações e não permitirá saques até a sexta-feira em virtude de uma atualização do sistema.

A suspensão dos serviços tem levantado suspeitas de que a exchange foi hackeada, entretanto, ao responder a tais acusações no Twitter, a Binance negou completamente tal possibilidade.

De acordo com o comunicado mais recente da empresa, a exchange deverá retornar suas negociações na sexta-feira às 4 a.m. (UTC).

A empresa disse: “Disponibilizaremos a plataforma por 30 minutos para que usuários possam cancelar solicitações em aberto antes da abertura de negociações. Continuaremos a postar informações a cada duas horas até que a atualização seja concluída.”

Leia mais: Forbes divulga lista das 10 pessoas mais ricas no mundo das criptomoedas

Atualização de sistema prolongada

De início, a exchange postou no Twitter sobre a suspensão das negociações na quarta-feira, informando seus usuários de que, durante o período, a performance poderia ser afetada.

No entanto, duas horas depois, o diretor executivo Changpeng Zhao disse que um problema no servidor fez com que dados ficassem fora de sincronia e que a equipe de desenvolvimento teria que ressincronizar de um banco de dados mestre. Nos tweets seguintes, Zhao disse que a manutenção não ocorreu conforme planejado, prolongando ainda mais a manutenção.

Originalmente lançada no verão de 2017, a Binance se tornou uma das principais exchanges do mercado por seu volume de negociações. De acordo com uma reportagem em dezembro da Tech in Asia, naquela época, a exchange estava conseguindo cerca de $500 milhões de dólares em volumes de negociações diárias.

Fonte: Coindesk.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/