MercadoLivre liberará carteira cripto para compra e venda de Bitcoin no Brasil

MercadoLivre lançará um serviço para comprar, vender e armazenar criptomoedas, em semanas.

MercadoLivre, o maior site de comércio eletrônico da América Latina, está aumentando sua aposta em criptomoedas após várias experiências de sucesso, vai começar a comercializar no Brasil, mas está prevista uma expansão para outros países.

Agora, um executivo sênior anunciou que, nas próximas semanas, a empresa habilitará um serviço de compra, venda e armazenamento de criptomoedas, inicialmente disponível para seus clientes no Brasil.

Novos serviços de criptomoeda para o Brasil

Segundo a Bloomberg, Tulio Oliveira, vice-presidente do MercadoPago, anunciou que a MercadoLivre está de olho nas criptomoedas como um potencial ponto focal para o desenvolvimento de seu braço financeiro.

Dedicamos um tempo para estudar e aprender antes de decidir entrar nas criptos. Isso tem um potencial de transformação pela frente e abre um novo caminho para nós.

A ideia da empresa é começar a explorar o cenário cripto brasileiro e depois estender seu serviço para outros países.

A carteira cripto é bem avançada. Passou da fase beta sem problemas relevantes e estará pronto para ser lançado em breve.

Embora o MercadoLivre tenha sido fundada na Argentina, a decisão de começar pelo Brasil faz sentido. Com quase 11 milhões de usuários, o Brasil é o principal mercado da empresa. Além disso, o Brasil tem a economia mais forte da região e é um país relativamente amigo das criptomoedas. Uma pesquisa recente revelou que 48% da população é pró-bitcoin.

Atualmente, o Brasil aprovou quatro ETFs de criptomoeda, sendo o HASH11, que acompanha o Nasdaq Crypto Index, o ETF de tecnologia mais popular entre os investidores. Várias fintechs oferecem suporte para criptomoedas.

A Crypto.com até recentemente escolheu o Brasil como o primeiro mercado da América do Sul a receber seu cartão de débito Visa respaldado por criptomoeda.

MercadoLivre tem um lado cripto

MercadoPago é o empreendimento fintech do MercadoLivre. Atualmente, a empresa oferece diversos serviços para quem tem conta bancário ou não no Brasil, como cartões de crédito, débito, PDV e carteira digital. Embora não tenham sido dados mais detalhes sobre o serviço de criptomoeda, é possível que ele seja integrado na própria plataforma do MercadoPago.

O gigante do comércio eletrônico não é desconhecido ao mundo das criptomoedas. Em maio de 2021, a empresa revelou que havia adquirido US $ 7,8 milhões em Bitcoin como parte de sua estratégia de tesouraria.

Da mesma forma, o MercadoPago foi um dos membros fundadores da infame Libra Association, uma iniciativa de criptomoeda dirigida pelo Facebook que não teve sucesso depois de sofrer fortes críticas de órgãos reguladores.

O serviço do MercadoLivre serviria como uma porta de entrada para o mundo das criptomoedas para mais de 10 milhões de novos usuários no Brasil e mais de 200 milhões de usuários em toda a América Latina. Como referência, os dados do Statista revelam que a Amazon ocupa o segundo lugar no México, abaixo do MercadoLivre.

Fonte: Crypto Potato

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_