Michael Saylor comparou a compra de Dogecoin com jogos de azar em Las Vegas

Michael Saylor ainda deixou algumas dicas para investidores interessados em Dogecoin

Em uma entrevista de 3 de julho com Sven Henrich da NorthmanTrader, o CEO da MicroStrategy Michael Saylor traçou paralelos entre comprar Dogecoin e jogar roleta russa em Las Vegas:

“Vou comprar Dogecoin antes que Elon Musk vá ao Saturday Night Live. Eu vou para Las Vegas e vou apostar no preto.”

Dito isso, o bilionário acredita que não é antiético apostar em ações ou criptomoedas de memes, contanto que você não empobreça sua família:

“Não devemos dizer aos adultos que eles não podem. Se eles querem apostar em resultados esportivos ou se querem apostar em Las Vegas, ou se querem apostar em um meme… Contanto que esteja em seu balde de apostas e você não empobreça sua família.”

Saylor afirma que aqueles que colocam dinheiro em empresas promissoras ou criptomoedas com casos de uso, na verdade, fazem um investimento.

Riscos regulatórios

O chefe da MicroStrategy também disse que a incerteza regulatória é uma problema para todo o mercado de criptomoedas:

“Acho que o mercado seria maior sem isso.”

Ele acha que as exchanges descentralizadas e os aplicativos descentralizados apresentam o maior risco regulatório porque são “muito ambiciosos”:

“Se os reguladores não estão satisfeitos com as exchanges que oferecem futuros de Bitcoin e Ethereum em Londres agora, eles definitivamente não ficarão satisfeitos com as exchanges DeFi que oferecem futuros de Bitcoin/Ethereum.”

Moedas privadas descentralizadas como a principal stablecoin Tether representam uma “ameaça direta” às moedas digitais do banco central, de acordo com Saylor, e é por isso que elas não serão capazes de escapar do escrutínio regulatório.

O bilionário espera que o “Tether FUD” tenha um efeito cascata no Bitcoin e na Ethereum.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.