Microstrategy compra mais 4.167 bitcoins por US$ 190,5 milhões

Microstrategy

Microstrategy, empresa de tecnologia é a maior detentora de Bitcoins, agora possui cerca de 129,218 Bitcoins

O CEO da Microstrategy, Michael Saylor, fez um comunicado em seu twitter informando que comprou mais 4.167 Bitcoin na data de ontem (04), desembolsando o equivalente a US$ 190,5 milhões.

A somatória de todos os Bitcoins adquiridos pela empresa é de 129,218 Bitcoin, segundo relatório que foi enviado para a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA – SEC, o valor médio é de aproximadamente de US$ 45,714 por Bitcoins.

No dia 30 de abril, a Microstrategy veio a público informar que havia feito um empréstimo, colocando como fiança parte de seus Bitcoins, e neste comunicado, o CEO Michael Saylor, havia informado que iria utilizar o dinheiro para comprar mais Bitcoins.

Conforme anunciado pela empresa:

O empréstimo a prazo apenas com juros pelo Silvergate Bank, é garantido por certos Bitcoins mantidos na conta de garantia (carteira) da MacroStrategy

A empresa reforça que com os lucros obtidos deste empréstimo além de comprar mais Bitcoins, servirá para pagar taxas, juros e despesas relacionadas à transação de empréstimos.

Hold Eterno

Desde a sua primeira compra, o equivalente a US$ 425 milhões, há 20 meses, em agosto de 2020, Saylor já havia afirmado que o objetivo era trocar parte do seu caixa de dólares por Bitcoin é acumular Bitcoins, com isto iria solidificar a sua reserva.

Quando títulos de dívida soberana não são mais uma reserva de valor, a resposta racional é substituir os títulos pelo Bitcoin.

Saylor começou a ter a ideia de acumular Bicoin devido a politica de juros baixo e por outro lado os juros dos bonds (títulos públicos) estavam a zero e a inflação era de 7,3%, o maior nível dos ultimos 30 anos de seu país a Alemanha. A saída foi comprar Bitcoins, pois seria um investimento de longo prazo e com uma maior rentabilidade em relação com às moedas fiduciárias.

A MicroStrategy foi uma das primeiras grandes empresas listadas em bolsa a tornar a compra de Bitcoins uma parte de sua estratégia corporativa. A Tesla, empresa de Elon Musk, começou a fazer o mesmo no início de 2021.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_