MicroStrategy diz que pode aumentar suas participações em Bitcoin para mais de US$ 250 milhões

Assim como a MicroStrategy, outras grandes instituições têm voltado seus olhos para o Bitcoin

Uma empresa de capital aberto chamada MicroStrategy fez ondas no mês passado por alocar parte de seu capital estratégico em Bitcoin – cerca de US$ 250 milhões, conforme relatado na época.

A MicroStrategy havia indicado anteriormente que via o Bitcoin e outros investimentos alternativos como um meio de evitar a inflação, observando que “faz sentido transferir nossos ativos de tesouraria para alguns investimentos que não podem ser inflados ou são menos prováveis ​​de serem inflados.”

Um novo documento de 14 de setembro indica que a empresa pode estar de olho em compras adicionais de Bitcoin.

O novo protocolo segue uma reunião do conselho de 11 de setembro, durante a qual uma nova Política de Reservas do Tesouro foi adotada.

“De acordo com a nova Política, os ativos de reserva de tesouraria consistirão em (i) caixa, equivalentes de caixa e investimentos de curto prazo (” Ativos de caixa “) mantidos pela Companhia que excedem as necessidades de capital de giro e (ii) Bitcoins detidos pela Companhia, com o Bitcoin servindo como ativo de reserva de tesouraria principal em uma base contínua, sujeito às condições de mercado e às necessidades previstas da empresa para Ativos em dinheiro, incluindo atividade futura de recompra de ações potencial “, afirma o documento, acrescentando:

“Como resultado desta nova Política, as participações da Empresa em Bitcoin podem aumentar além do investimento de $ 250 milhões que a Empresa divulgou em 11 de agosto de 2020.”

Fonte: The Block Crypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.