Mineradores de Bitcoin ganharam um recorde de $ 354 milhões em 7 dias

O aumento nos preços da criptomoeda principal se refletiu na receita acumulada pelos mineradores

De acordo com dados da empresa de análise de blockchain Coin Metrics, os mineradores de Bitcoin ganharam mais de $ 354 milhões em receitas na semana passada. Esse é o nível mais alto já registrado na blockchain do Bitcoin, ultrapassando o recorde anterior de $ 340 milhões estabelecido em meados de dezembro de 2017.

O aumento nos preços da criptomoeda se refletiu na receita acumulada pelos mineradores, com dados recentes mostrando que eles conseguiram US$ 1,09 bilhão em janeiro. Isso foi US$ 70 milhões a mais do que os US$ 1,02 bilhão que os mineradores ganharam em janeiro de 2018 nos saltos de um ciclo de expansão e queda do Bitcoin, que viu o preço da criptomoeda atingir um pico de US$ 20.000 antes de perder metade de seu valor em pouco mais de um mês.

Os números de fevereiro estão a caminho de superar a receita mensal recorde de US$ 1,25 bilhão para mineradores de Bitcoin registrada em dezembro de 2017.

“Apesar da diminuição da recompensa do bloco, a receita de mineração em dólares americanos tem tendência de aumento. Isso é encorajador para as perspectivas de longo prazo da segurança do Bitcoin e investimentos contínuos ao longo do próximo halving”, disse Ethan Vera, co-fundador da Luxor Technology à CoinDesk.

Os mineradores de Bitcoin não estão reclamando

Embora a mineração de Bitcoin finalmente seja lucrativa novamente, o negócio também se tornou mais caro recentemente devido a uma guerra de licitações pelo equipamento de mineração. A crescente onda de preços do Bitcoin permite que os compradores das máquinas ASIC mais recentes os revendam com prêmios de pelo menos 70%.

A mineração de Bitcoin é uma indústria muito competitiva, já que os mineradores em todo o mundo estão verificando as transações enquanto protegem a rede para incentivos econômicos. Além disso, a demanda global está crescendo em sincronia com o preço do Bitcoin, que não mostra sinais de desaceleração. O movimento abrupto de alta do preço do Bitcoin, que subiu quase 50% em fevereiro, representará um negócio sólido para os mineradores de criptomoedas, pois eles estão ganhando muito dinheiro confirmando blocos.

Continuando sua alta em meio ao aumento do interesse de investidores maiores, os investidores agora estão de olho no nível psicológico de US$ 50.000 por Bitcoin mais cedo ou mais tarde. A alta atual está levando os ganhos da criptomoeda popular para mais de 1.000% da baixa de março de 2020.

Como resultado, os ganhos mais recentes levaram o valor combinado de todos os Bitcoins em circulação além de US$ 990 bilhões pela primeira vez, de acordo com o CoinMarketCap.

Fonte: Finance Magnates

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.