Morgan Stanley abre vários fundos institucionais para Bitcoin

Morgan Stanley é um dos maiores bancos do mundo e, segundo registro na SEC, está adicionando Bitcoin como um investimento elegível a vários fundos institucionais

BREAKING: Morgan Stanley Opens Multiple Institutional Funds to Bitcoin

O banco de investimento multinacional Morgan Stanley está adicionando Bitcoin como um investimento elegível a vários fundos institucionais, de acordo com seu novo registro junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Sua lista inclui Dennis Lynch’s Counterpoint Global Portfolio, Developing Opportunity Portfolio, Asia Opportunity Portfolio, dentre outros.

Os fundos terão exposição ao Bitcoin por meio de futuros liquidados em dinheiro ou ações da Grayscale Bitcoin Trust.

“Certos Fundos podem ter exposição ao Bitcoin indiretamente por meio de futuros liquidados em dinheiro ou indiretamente por meio de investimentos em Grayscale Bitcoin Trust (BTC) (“GBTC”), um veículo de investimento oferecido de forma privada que investe em Bitcoin.

 

Na medida em que um Fundo investe em futuros de Bitcoin ou GBTC, o fará por meio de uma subsidiária integral, que é constituída como uma empresa isenta de acordo com as leis das Ilhas Cayman (cada uma, uma “Subsidiária”). Um Fundo pode, às vezes, não ter exposição a Bitcoin.”

O Morgan Stanley começou a cogitar uma aposta em Bitcoin em fevereiro. No mês passado, ele permitiu que seus clientes ricos possuíssem a maior criptomoeda por meio dos fundos Galaxy Digital e NYDIG, tornando-se o primeiro grande banco dos EUA a fazer tal movimento.

Conforme relatado pelo U.Today, o Morgan Stanley também deve comprar uma participação importante na Bithumb, a principal exchange de criptomoedas da Coreia do Sul.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.