Morgan Stanley afirma que os CBDCs não são uma ameaça para as criptomoedas

Segundo o Morgan Stanley, criptomoedas e CBDCs podem coexistir

O grande banco de investimento Morgan Stanley acredita que as moedas digitais do banco central (CBDCs) não são uma ameaça à existência de criptomoedas. O banco acredita que os dois tipos de moedas digitais podem coexistir porque servem a propósitos diferentes e têm atrativos diferentes.

Os analistas do Morgan Stanley, incluindo o economista-chefe Chetan Ahya, discutiram o impacto das moedas digitais do banco central (CBDCs) sobre o Bitcoin e outras criptomoedas em um relatório publicado na semana passada. Eles escreveram:

“As criptomoedas ainda existirão, pois continuarão a servir a outros casos de uso… Por exemplo, algumas criptomoedas podem funcionar como reserva de valor… já que alguns segmentos do público não confiam totalmente nas moedas fiduciárias.”

Os analistas explicaram que os usos e recursos das moedas digitais do banco central e criptomoedas são diferentes. Eles acrescentaram que as criptomoedas podem ser uma reserva de valor, semelhante ao ouro, e um ativo especulativo.

Um número crescente de pessoas disse que o Bitcoin é uma reserva de valor, incluindo a pro-Bitcoin, senadora dos EUA Cynthia Lummis, e o presidente do Federal Reserve Bank de Dallas, Rob Kaplan.

Com relação ao motivo pelo qual os investidores estão cada vez mais interessados ​​em Bitcoin e outras criptomoedas, os analistas do Morgan Stanley descreveram:

“O interesse dos investidores em criptomoedas aumentou juntamente com a resposta da política monetária e fiscal sem precedentes à pandemia.”

Em contraste, o Morgan Stanley disse no relatório que as moedas digitais apoiadas pelo governo provavelmente representam o maior risco para as moedas estáveis.

Um número crescente de bancos centrais está cada vez mais interessado em emitir suas próprias moedas digitais. O Banco de Pagamentos Internacionais (BIS) diz que 86% dos bancos centrais do mundo estão estudando moedas digitais em vários estágios.

O Morgan Stanley acredita que os CBDCs seriam bem diferentes das criptomoedas, pois é improvável que usem blockchains. O Banco Central Europeu (BCE) também disse que os CBDCs têm pouco a ver com criptomoedas, que o banco vê como ativos especulativos e não como moedas reais.

Fonte: Bitcoin.com

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.