Banco Morgan Stanley pede calma neste Bitcoin ‘Crash’

Analistas do Morgan Stanley, emitem uma nota de pesquisa intitulada “State of the Bear Market”, minimizaram a correção de 50% do Bitcoin

Contra Capa 11

De acordo com a CoinDesk, a chefe de pesquisa de criptomoedas do Banco, Sheena Shah, apontou que estimar o valor justo das criptomoedas é difícil porque elas são negociadas de forma especulativa e foram apoiadas pela grande disponibilidade de dólares americanos e liquidez do Banco Central.

Na nota, os analistas informaram que, se o preço do Bitcoin cair abaixo da marca de US$ 28.000, o mercado pode esperar mais fraqueza. No lado positivo, a marca de US$ 45.000 é o preço a ser observado, porque sugere que a atual tendência de baixa mudou.

Notavelmente, um gráfico do provedor de dados de criptomoedas CryptoCompare mostrou que as tendências de baixa anteriores do Bitcoin foram revertidas depois de chegar ao seu quinto nível de retração de Fibonacci, que agora deve estar em torno de US$ 28.970.

image 1 1280x765 1
Fonte: CryptoCompare – Gráfico Bitcoin com Retração do Fibinacci

O Morgan Stanley, que começou a permitir que seus clientes de gestão de patrimônio acessem fundos de Bitcoin no ano passado, viu seus fundos de investimento adquirirem milhões de ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC), oferecendo-lhes exposição ao desempenho do preço da criptomoeda principal.

Os analistas do Banco observaram em sua pesquisa que o Bitcoin passou por 15 baixas de mercado desde que foi criado em 2009 e acrescentaram que a correção recente vista nos últimos meses está dentro do intervalo de seu desempenho anterior.

Até que o Bitcoin seja comumente usado como moeda para transações de bens e serviços (no mundo cripto ou não cripto), é difícil avaliar o Bitcoin na demanda fundamental além da especulação de ativos.

Os analistas acrescentaram que os investidores podem precisar de paciência se estivermos no meio de uma correção de mercado de risco mais ampla, com alavancagem no mercado sendo necessária para que uma tendência de alta comece à medida que a liquidez do Banco Central for removida.

A pesquisa observa também que a regulamentação, tokens não fungíveis (NFTs) e emissão de stablecoin são áreas-chave a serem observadas nos próximos meses.

No momento da edição deste artigo o Bitcoin estava sendo negociado por volta de US$ 37.442, tendo desvalorização de -2,68% em 24h, -3,09% semanal e com Market Cap de US$ 711 bilhões.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_