Não estarei falando sobre Bitcoin nos próximos anos, diz Steven Mnuchin

Secretário do Tesouro americano subentende que o Bitcoin será irrelevante nos próximos anos

Durante uma conversa com o Sqwak Box da CNBC, o atual Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, declarou que não precisará mais discutir sobre Bitcoin dentro de 5 ou 6 anos.

A declaração foi dada em resposta a um questionamento direcionado ao secretário, perguntando se ele acha que o assunto será discutido daqui a 10 anos.

“Eu não estarei falando sobre Bitcoin daqui a 10 anos, posso te garantir isso. (…) Eu aposto que nem mesmo em 5 ou 6 anos eu estarei falando sobre Bitcoin como Secretário do Tesouro, eu terei outras prioridades.”

Em sua resposta, Mnuchin subentende que o Bitcoin deixará de ser um assunto relevante. O apresentador ainda brincou com o secretário, dizendo que futuramente ele provavelmente será um “zilionário” “carregado de Bitcoins”, o que Mnuchin assegurou que não seria.

O caso foi comentado por Anthony Pompliano, cofundador da Morgan Creek, que comparou as declarações da entrevista com uma frase dita pelo economista Paul Krugman em 1998, onde ele afirmava que em 2005 ficaria claro que o impacto da internet na economia não havia sido maior do que o da máquina de fax.

“Nova tecnologia, mesma incapacidade de entender o impacto futuro”, disse Pompliano.

Em seus discursos, Mnuchin nunca se mostrou totalmente avesso às criptomoedas, talvez um tanto cuidadoso, apenas.

Anteriormente ele revelou suas preocupações em relação à Libra, que recebeu críticas não só das autoridades mundiais, como de importantes figuras do mercado de cripto.

De acordo com ele, deve ser esclarecido como o Facebook pretende demonstrar que seu ativo não está sendo utilizado para lavagem de dinheiro ou financiamento do terrorismo, destacando que o projeto tem muito caminho pela frente até convencer as autoridades.

Durante outra entrevista, o secretário deu a entender que os americanos podem esperar uma regulamentação apertada para criptomoedas, acrescentando que o governo fará vista grossa para evitar que o setor seja utilizado como “contas anônimas na Suíça”.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli