Nicolás Maduro aumenta valor do Petro em 150%

A iniciativa acompanha o aumento do salário mínimo mensal

De acordo com o perfil oficial de Nicolás Maduro no Twitter, o valor referência do Petro, criptomoeda nacional, sofreu um aumento, apesar do cenário de hiperinflação enfrentado pelo país.

Aparentemente, o presidente anunciou pela primeira vez a nova taxa da moeda digital no dia 29 de novembro. Agora, o valor do Petro está estabelecido em 9.000 bolívares, quase 6.000 a mais que o valor anteriormente estipulado (3.600).

Durante o anúncio, Maduro também declarou que o salário mínimo mensal seria aumentado em 150%. Este é o 6º aumento deste ano e o 25º de seu mandato.

No último final de semana, o país também desvalorizou a Dicom, casa de câmbio oficial da Venezuela. Aparentemente, no dia 30 de novembro o bolívar sofreu uma queda de 40%, levando a comparação de 96,84 unidades por dólar para 171,67 unidades no dia 1 de dezembro.

De acordo com o economista venezuelano Leonardo Buniak, a medida representa “uma notícia muito ruim para os venezuelanos”. Acrescentou que o governo não pode financiar o aumento salarial, o que levará a outro aumento de preços, alimentando ainda mais a hiperinflação.

“Ancorar o bolívar ao Petro equivale a ancorá-lo a nada”

FONTE: COINTELEGRAPH