Novo golpe no Twitter usa a imagem de John McAfee para arrecadar Bitcoin

Famoso programador é alvo de novo golpe envolvendo Bitcoin

Com a ascensão do mercado de cripto, a ocorrência de golpes utilizando as redes sociais para arrecadar Bitcoin, Ethereum, etc, se tornou algo corriqueiro.

Geralmente, indivíduos mal intencionados fazem uso do nome e imagem de uma pessoa ou empresa conhecida do setor para aplicar uma infinidade de golpes. Casos similares já envolveram Elon Musk, CEO da Tesla, e Vitalik Buterin, fundador do Ethereum.

O mais recente caso foi registrado sob o nome de John McAfee, grande programador que ficou famoso no mercado de cripto por suas previsões nada convencionais quanto ao valor do Bitcoin.

Aparentemente um perfil falso (que já foi removido pelo Twitter) utilizou o nome de McAfee para arrecadar BTC com a promessa de enviar um montante superior posteriormente. De acordo com uma publicação, o autor do golpe marcou os seguidores do programador em um post para que enviassem entre 0.01 a 2 BTC para receber de volta de 0.1 a 10 BTC.

Falando sobre o caso, McAfee foi direto ao dizer que se quisesse os Bitcoins de seus seguidores, ele simplesmente “hackearia suas carteiras ao invés de ter o trabalho de postar um tweet pedindo”.

De acordo com o Blockchain.info, a carteira anunciada no golpe possui apenas duas transações, uma de entrada de 0.00012541 BTC (realizada no dia 21 de maio, data no qual o montante somava US$99) e outra de retirada do mesmo valor, no dia seguinte. Como o perfil falso foi removido, não há como saber se tal transação foi resultado do golpe.

Um caso similar ocorreu com a Coinbase, que teve seu nome utilizado para anunciar um esquema que supostamente celebrava o aumento de usuários da plataforma. O golpe solicitava que os seguidores enviassem pequenas quantias em cripto para futuramente receber quantias maiores. O post apresentava uma oferta de 3 mil Bitcoins em homenagem ao crescimento da plataforma, que atingiu “mais de 30.000 de usuários”.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli