O concorrente do YouTube DLive se junta ao BitTorrent

A plataforma DLive migrará para a blockchain TRON e usará o sistema de compartilhamento de arquivos peer-to-peer do BitTorrent.

O BitTorrent anunciou hoje (02), que a plataforma DLive que utiliza a tecnologia blockchain, migrará para o TRON, projeto descentralizado baseado em blockchain e usará o sistema de compartilhamento de arquivo do BitTorrent (BTFS) para armazenamento. Além disso, o BitTorrent mesclará sua própria plataforma de streming, BLive, com a DLive. 

A mudança coloca o concorrente do YouTube no ecossistema do BitTorrent, o gigante de compartilhamento com mais de 100 milhões de usuários mensais. 

A DLive está atualmente hospedado na blockchain Lino, e continuará até a transição para a blockchain TRON, que mesclará seus sistemas de contas aos do BitTorrent no primeiro trimestre deste ano, e integrará seu conteúdo ao do BitTorrent e ao uTorrent. 

Em outubro, a DLive fez parceria com a Theta Network, uma empresa que produz um protocolo descentralizado de transmissão de vídeo, para reduzir ainda mais os custos. 

Justin Sun, CEO do BitTorrent e TRON, disse: 

“A DLive é uma ótima solução para produtores de mídia ao vivo. Pense em quão valioso conteúdo de transmissão ao vivo já é para plataformas de mídia social centralizadas, que se apropriam e se beneficiam do trabalho duro de seus usuários. ”

Desde o seu lançamento, a DLive atraiu muita gente, como o Youtuber, PewDiePie, que transmite exclusivamente na plataforma, tendo cerca de 700.000 seguidores. 

DLive afirma que possui mais de 5 milhões de usuários mensais, o que significa que a adoção da plataforma aumentou cinquenta vezes, desde dezembro do ano passado. 

Imagem Vetores por Freepik.
Fonte:Decrypt

Foto de Mirian Romão
Foto de Mirian Romão O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.

mirian_romao