O Google atualiza a política de anúncios de wallets e exchanges de criptoativos

O Google atualiza a política de anúncios de wallets e exchanges de criptoativos, as empresas precisam se inscrever novamente.

Google LLC(NASDAQ: GOOGL), um mecanismo de busca e empresa de publicidade online, atualizou suas políticas de produtos e serviços financeiros, incluindo aquelas relacionadas à criptoativos. De acordo com a atualização, o Google agora aceitará o anúncio de empresas e serviços relacionados à criptomoeda. Como resultado, você pode esperar para ver Bitcoin relacionados a anúncios nos motores de busca do Google.

“A partir de 3 de agosto, os anunciantes que oferecem exchanges e carteiras de criptomoedas destinadas aos Estados Unidos podem anunciar esses produtos e serviços quando eles atendem aos requisitos a seguir e são certificados pelo Google,” a empresa explica.

Google e a indústria de criptoativos

No entanto, a empresa esclareceu que para que negócios com criptomoedas sejam certificados para publicidade, há regras a serem seguidas.

Um, os negócios ou serviços de criptomoedas precisarão ser registrados na Financial Crimes Enforcement Network, alias FinCEN. Especificamente, o Google disse que as empresas relacionadas à criptomoedas deverão ser registradas no FinCEN como Money Services Business e em pelo menos um estado como transmissor de dinheiro.

Em segundo lugar, a empresa observou que as empresas que desejam anunciar produtos relacionados à criptomoedas deverão ser registradas em uma entidade bancária federal ou estadual.

Além disso, o Google observou que, para empresas relacionadas a criptomoedas anunciarem seus serviços, elas deverão cumprir os requisitos legais relevantes. Mais ainda, aqueles pertencentes ao governo local, estadual ou federal.

Finalmente, os anunciantes terão que garantir que seus anúncios e páginas de destino cumpram todas as políticas definidas pela empresa.

O Google atualiza a política de anúncios de wallets e exchanges de criptoativos.

Como resultado, o Google observou que todas as certificações anteriores relacionadas à criptomoedas foram revogadas e as empresas precisam se inscrever novamente.

“Todas as certificações anteriores de criptomoeda e exchange serão revogadas em 3 de agosto de 2021. Os anunciantes devem solicitar uma nova certificação de Criptomoeda e carteiras com o Google quando o formulário de inscrição for publicado em 8 de julho de 2021”, explicou a empresa.

A empresa, no entanto, observou que ICOs e DeFi, a comercialização de produtos não é permitida de acordo com a nova política de anúncios. O Google observou ainda que ‘destinos de anúncios que agregam ou comparam emissores de criptomoedas ou produtos relacionados não são permitidos de forma alguma.

Notas Principais

O movimento do Google para aceitar novamente a publicidade é um impulso notável para a adoção global. Além disso, a empresa gerou 30% da receita global de publicidade digital nos últimos anos.

Como um investidor institucional notável, o Google aceitar o Bitcoin e outros anúncios relacionados à criptomoedas é uma tendência positiva em relação à conformidade regulatória, especialmente nos Estados Unidos.

A proibição do Bitcoin e de serviços relacionados à criptomoeda foi colocada pela empresa no início de 2018. Desde então, o maior mecanismo de busca não aceitou anúncios relacionados ao Bitcoin.

De uma perspectiva diferente, a empresa está preparada para gerar mais receita com seu segmento de anúncios. Consequentemente, as ações da GOOGL devem receber um aumento notável nos próximos trimestres com anúncios relacionados à criptoativos.

 

Fonte: Coinspeaker

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8