Oficial francês é preso por supostamente vender segredos de Estado por quantia em Bitcoin

Agente enfrentará 7 anos de prisão e multa de EUR$100.000

Recentemente um oficial da Direção Geral de Segurança Interna (DGSI) da França foi indiciado e detido por vender segredos de Estado em troca de valores em Bitcoin.

WeBitcoin: Oficial francês é preso por supostamente vender segredos de Estado por quantia em Bitcoin

As acusações incluem divulgação de informações econômicas e falsificação de documentos administrativos.

Até o momento não foi encontrado nenhum vínculo com terrorismo. Entretanto, a mídia francesa Le Parisien informou que o agente possuía contato com membros do crime organizado.

O vazamento de informações foi detectado por membros da Diretoria Central da Polícia Judiciária. Tendo conhecimento da situação, a DGSI rastreou as atividades online do agente por meio de seu código pessoal.

Segundo informantes, os arquivos da DGSI são classificados como “defesa confidencial”, e o vazamento de documentos deste nível possui grande penalidade.

De acordo com a mídia, o agente, cuja identificação não foi anunciada, enfrentará 7 anos de prisão e uma multa de EUR$100.000.

O valor supostamente pago em Bitcoin não foi revelado até o presente momento.

Leia mais: Investimento com capital de risco aumentou em 280% na cripto esfera este ano

FONTE: CCN