OKEx diz que retomará as retiradas de criptomoedas

A OKEx anunciou que retomará as retiradas de ativos criptográficos.

Por volta de 10:45 UTC desta quinta-feira, a Exchange informou através de um poste retomará as retiradas em 27 de novembro.

A notícia da retomada chega mais de um mês depois que a OKEx suspendeu as retiradas porque um detentor de uma chave privada – que mais tarde foi identificado como o fundador da exchange, Star Mingxing Xu – foi levado pela polícia chinesa para “ajudar em uma investigação” em outubro.

A empresa informou que:

O problema foi resolvido e o pessoal relevante voltou à posição de trabalho.

Hoje pela manhã começou a surgir rumores, por meio da mídia social no WeChat e no Twitter que Xu poderia em breve ser liberado das autoridades policiais.

O preço do OKB, o token nativo da bolsa, aumentou quase 20% nas últimas 24 horas, à medida que os rumores começaram a circular.

Desde 16 de outubro, quando a OKEx suspendeu as retiradas de ativos digitais, os usuários tentaram várias maneiras de retirar da exchange seus cripto ativos bloqueadas com um desconto que poderia ser superior a 20%.

Essa taxa de desconto íngreme agora caiu para quase zero, minutos após o anúncio da OKEx.

Por exemplo, o preço do USDT em relação ao yuan chinês cotado pela maioria dos traders na plataforma da OKEx era de cerca de 6,4 yuan, portanto como é quase o mesmo em comparação com as cotações do Huobi ou Binance, bem como a taxa de câmbio do dólar americano em relação ao yuan chinês, que está em torno de 6,5. Porém, no início desta semana, a cotação de 1 USDT entre os trades OTC da OKEx era de apenas 5 yuans.

Em sua informação a OKEx acrescentou:

A OKEx tem seguido uma política de reserva de 100% e não haverá risco de corrida aos bancos [após a retomada da retirada].

Fonte: The Block Crypto

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_