ONU está testando blockchain para distribuição de suprimentos na África

Tecnologia está ganhando a simpatia da Organização

Após inserir o blockchain no programa de refugiados da Jordânia, a ONU está realizando testes por meio do Programa Mundial de Alimentos (PMA) para utilizar a tecnologia com a finalidade de gerenciar e rastrear a distribuição de alimentos na África Oriental.

Inicialmente, o projeto pretende monitorar especificamente a movimentação de alimentos do porto de Djibuti até a Etiópia, onde estão localizadas diversas operações em campos de refugiados.

WeBitcoin: ONU está testando o blockchain para a distribuição de suprimentos na África

A entidade também pretende inserir um sistema de aprendizado voltado ao entendimento do blockchain, no qual os refugiados poderão aprender a gerenciar seus dados pessoais e o acesso de terceiros à eles. O projeto é similar ao Building Blocks, utilizado nos campos de refugiados da Jordânia.

Até o presente momento, nem o projeto de monitoramento nem o de aprendizado possuem uma data definida para entrar em vigor.

Leia mais: Coréia do Norte cria esquema utilizando criptomoedas para evitar sanções americanas

FONTE: COINDESK