Ouro ou Bitcoin: qual é a melhor compra para você agora?

Texto de Matthew Clark, especialista do mercado tradicional, discorre sobre as vantagens e desvantagens e investir em ouro e Bitcoin

Todos nós provavelmente já tivemos algum tipo de sonho em que alguém lhe dá uma grande quantia em dinheiro e você pode fazer o que quiser com ele. Alguns podem sonhar com longas férias, um barco, um carro novo ou alguma outra compra importante que gostariam de fazer.

Para isso, vamos pensar em termos de investimento. Se alguém lhe desse US$ 100.000 e dissesse que a única coisa que você poderia comprar era ouro ou Bitcoin, qual você escolheria?

Não é necessariamente uma pergunta fácil de responder, e é claro que a situação e a tolerância de todos são diferentes.

Contudo, vamos mostrar o caso do ouro e do Bitcoin e ver o que isso nos diz.

O padrão ouro

Ao olhar para ouro ou Bitcoin, um tem sido usado como moeda há milhares de anos, enquanto o outro é um investimento relativamente novo. Por décadas, investir em ouro tem sido o padrão para quem procura se proteger contra a desaceleração do mercado de ações.

Porém, antes de investir em ouro, é importante revisitar os diferentes fatores que impulsionam o desempenho do preço do ouro.

De acordo com o Conselho Mundial do Ouro:

– Moedas – A força e a fraqueza do dólar americano e de outras moedas.

– Crescimento econômico e incerteza do mercado – Coisas como inflação, taxas de juros, crescimento da renda, confiança do consumidor e riscos finais, tudo isso altera o preço do ouro a qualquer momento.

– Fluxos táticos – O posicionamento dos derivativos e o momento dos preços podem ter um impacto no preço do ouro.

– Dinâmica adicional de oferta e demanda – Examinar coisas como a produção de minas e choques idiossincráticos no lado da demanda podem aplicar pressão no preço do ouro.

Há anos, o ouro é considerado um grande diversificador de portfólio porque protege contra a inflação e o risco cambial. Também ajuda a mitigar perdas em tempos de volatilidade do mercado.

Como você pode ver no gráfico abaixo, desde 1970, o mercado de ouro tem sido forte. Mais recentemente, o metal precioso está chegando ao seu ponto mais alto de todos os tempos.

Gold Price History

Uma vantagem clara quando se considera ouro ou Bitcoin é a história. Mesmo em 1933, quando o presidente Franklin Delano Roosevelt implementou proibições e regras para criminalizar a posse de ouro nos EUA, o metal precioso resistiu ao teste do tempo.

A ascensão… e a queda… e a ascensão novamente do Bitcoin

Embora o ouro tenha subido constantemente nos últimos 50 anos, o Bitcoin está em uma trilha consideravelmente diferente. No gráfico abaixo, você pode ver que a criptomoeda sofreu um aumento acentuado no preço em 2017, mas recuou quase tão rapidamente.

Bitcoin Price History

Desde seu recuo em 2018, o Bitcoin recuperou algumas dessas perdas, mas ainda não atingiu seu pico anterior. Em termos de investimento, o salto do Bitcoin fala de sua volatilidade. Isso significa que há um risco maior para o Bitcoin, mas também o potencial para uma maior recompensa.

Além disso, uma vantagem do Bitcoin sobre o ouro é que você sabe quanto dele existe. Por esse motivo, não há risco de superprodução.

De fato, o Bitcoin passou recentemente pelo halving – onde a mesma quantidade de Bitcoin processada gera metade do número de novos bitcoins. Esse halving ajuda o sistema a evitar a inflação, tornando-o mais valorizado.

Ouro ou Bitcoin: o caminho a seguir

Fico um pouco hesitante no que diz respeito ao Bitcoin, principalmente por causa da volatilidade. Isso não significa que você, como investidor, deva recuar. Significa apenas que você deve ser cauteloso.

O Bitcoin não vai destronar o ouro como o porta-estandarte de refúgios seguros, mas há algum valor em manter parte da criptomoeda em seu portfólio… apenas uma tonelada. Então pense em começar com 1% do seu portfólio total voltado para o Bitcoin.

Por enquanto, o ouro ainda é um dos hedges mais fortes contra a volatilidade do mercado de ações. É uma posição que ele manterá por um tempo. Mas ter alguma criptomoeda em seu portfólio, juntamente com ouro, certamente não dói e só funciona para ajudar a torná-lo mais diversificado.

Fonte: Money & Markets

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.