PayPal ganha patente para proteger usuários de criptomoedas contra ataques de ransomware

PayPal adquire patente de segurança cibernética

De acordo com um documento do Departamento de Marcas e Patentes dos EUA, o PayPal, grande empresa de pagamento digital, recentemente ganhou uma patente de segurança cibernética para proteger usuários contra crypto ransomware.

O sistema detalhado na patente, intitulado “Técnicas de detecção e mitigação de ransomware“, pretende aprimorar a detecção do software e impedi-lo de bloquear o acesso dos usuários aos seus arquivos.

O documento descreve o ransomware como um malware que pode criptografar dados e excluir a versão original não criptografada, exigindo que as vítimas paguem determinada quantia em moedas anônimas para descriptografar os arquivos.

Para deter tal ocorrência, o PayPal planeja impedir que os invasores assumam os arquivos dos usuários, detectando uma primeira cópia do conteúdo original de um arquivo e impedindo sua exclusão caso o conteúdo modificado tenha sido criptografado.

A patente também procura detectar o tipo de ransomware que está operando em determinado computador, o que eventualmente deve mitigar ou evitar os efeitos negativos do software malicioso.

Anteriormente o PayPal apresentou outra patente para aumentar a velocidade dos pagamentos em cripto utilizando chaves privadas secundárias para diminuir o tempo de espera em transações entre comerciantes e consumidores.

Recentemente a IBM protocolou outra patente blockchain para gerenciar dados e interações para veículos autônomos.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli