Pensando em criar a própria exchange, Bolsa de Valores da Tailândia irá se inscrever para adquirir licença de criptomoedas

A bolsa poderá se tornar o principal trader de cripto do país

Ultimamente a Tailândia vem se tornando um dos principais atuantes no setor de criptomoedas do Sudeste Asiático, juntamente com Hong Kong e Singapura.

De acordo com o Bangkok Post, a SET, Bolsa de Valores da Tailândia, irá se inscrever junto ao Ministério das Finanças para obter uma licença de criptomoedas, visando criar uma exchange de cripto acima da média.

“Não temos pressa de entrar no mercado de criptoativos, pois algumas empresas ainda estão gerenciando seus principais negócios, enquanto as criptos são apenas uma classe de ativos que os corretores podem adaptar suas plataformas de negociação para atender. Companhias de Valores Mobiliários atualmente esperam que a SET solicite uma licença. Para nós, a esperança é de que os criptoativos cresçam futuramente, ao passo que os investidores ganhem mais conhecimento sobre tal classe.” disse Pattera Dilokrungthirapop, presidente da Associação de Empresas de Valores Mobiliários e vice-presidente do Conselho de Administração da SET.

Um grande motivo para a solicitação de uma licença pela SET, a curto prazo, é auxiliar membros de firmas de valores mobiliários que buscam se tornar revendedores e corretores de criptomoedas. A longo prazo, a SET pretende desenvolver a própria exchange, se tornando assim uma das várias bolsas de valores ao redor do mundo que separa serviços convencionais dos de cripto em duas entidades distintas.

Caso os planos se concretizem, a SET estará em uma posição extremamente privilegiada para se tornar a principal trader de cripto do país, graças a sua boa reputação na região.

Por outro lado, algumas empresas destacaram que a bolsa não possui muita experiência quando comparada a outras exchanges locais, como o BXB Exchange e o Bitkub Exchange.

FONTE: CCN