Pesquisa aponta que o Bitcoin foi o pior investimento de 2018

O ativo apresentou mais de US$10.000 de queda

Após uma pesquisa, a equipe do grupo FinExpertiza Consulting apontou que o Bitcoin, principal criptomoeda do mercado, foi o pior investimento de 2018, ao passo que o paládio, metal utilizado em autocatalisadores, foi o melhor.

A pesquisa levou em consideração 14 instrumentos financeiros distintos e simulou o que teria ocorrido com um investimento de US$4.4330 em cada um ao longo deste ano.

Caso o capital fosse investido em Bitcoin, a pesquisa aponta que haveria uma queda superior a 72%, visto que US$3.000 teriam sido perdidos. Em paralelo, caso o dinheiro fosse investido no paládio, o lucro seria de US$433, pouco mais de 10%.

“Se olharmos retrospectivamente, por exemplo, dois anos, iremos observar que o paládio, de modo geral, se tornou o único metal com retorno positivo”, disse Nina Kozlova, diretora geral da FinExpertiza.

Desde o início do ano o valor do Bitcoin caiu mais de US$10.000, saindo de US$13.400 para um valor em torno de US$3.200.

Após a queda massiva, o ativo voltou a mostrar sinais de recuperação ao longo deste mês, variando em torno de US$3.700.

De acordo com o analista sênior da eToro, Mati Greespan, o ativo ainda pode cair para menos de US$3.000.

FONTE: CRYPTOGLOBE

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli