Peter Schiff diz que a inflação não fará com que o preço do Bitcoin aumente, ao contrário do ouro

Para Peter Schiff, o Bitcoin não é um hedge contra a inflação

O conhecido economista e defensor do ouro Peter Schiff foi ao Twitter para explicar por que altas taxas de inflação, segundo ele, não causam um aumento no preço do Bitcoin.

O economista e autor de renome mundial, Peter Schiff, agarrou mais uma chance de aproveitar do Bitcoin (para ganhar mídia) – algo que ele faz abertamente há algum tempo.

Em seu último post no Twitter sobre o assunto, o especialista argumenta que o aumento das taxas de inflação não elevará o preço do Bitcoin.

“A inflação resulta em preços mais altos para mercadorias. Como o ouro é um bem, seu preço aumenta juntamente com o preço de outros bens, preservando seu poder de compra relativo. Como o Bitcoin não é umbem, seu preço não está relacionado ao preço de outros produtos. Portanto, não é um hedge contra a inflação.”

Em contrasta à fala de Schiff, é preciso lembrar que o Bitcoin é deflacionário. Sua taxa de inflação diminui com o tempo, pois a oferta é limitada a US$ 21 milhões. A menos que o sistema seja bifurcado e alterado, nenhum Bitcoin adicional será produzido. Portanto, seu poder de compra é, desde que o BTC seja considerado uma moeda, aumentando.

A loja da narrativa de valor

Há alguma verdade nas palavras de Schiff. É improvável que taxas de inflação mais altas se correlacionem diretamente com o preço do Bitcoin.

No entanto, o ativo tem sido considerado por muitos como uma reserva de valor ou “ouro digital”. Até o presidente do Federal Reserve dos EUA o chamou de “reserva especulativa de valor, assim como o ouro”.

Como tal, muitos especialistas concordam que isso pode servir de proteção contra os mercados financeiros globais. Alguns investidores importantes e conhecidos, como Paul Tudor Jones, já se apresentaram e declararam que alocaram uma certa parte de seu portfólio ao Bitcoin. Além disso, Jones observou que está comprando Bitcoin para combater a inflação.

Enquanto moedas fiduciárias como o dólar americano são inflacionárias, o Bitcoin não é. É questionável o que Peter Schiff quis dizer com “hedge contra a inflação”, mas se é algo que combate o aumento da inflação, ele está obviamente errado, porque é isso que o Bitcoin faz.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.