Peter Schiff: “se o Bitcoin não sobe nem na crise, quando subirá?”

Peter Schiff falando de Bitcoin? Senta que lá vem pedrada

Já se tornando cada vez mais conhecido da comunidade cripto por suas opiniões contrárias ao Bitcoin, Peter Schiff voltou a alfinetar a principal criptomoeda, levantando a ira de muitos entusiastas no Twitter.

Em postagem feita ontem (15) em sua conta pessoal do Twitter, Schiff questionou os holders de Bitcoin, ironizando a moeda enquanto perguntava quando o BTC subiria.

“Eu tenho uma pergunta para os Bitcoin HODLers. Se uma pandemia global, mercados de ações em colapso, recessão/depressão em todo o mundo, taxas de juros de zero por cento, empréstimos sem precedentes do governo e impressão de moeda fiduciária, além de uma queda do ouro, não fez com que o #Bitcoin subisse, o que fará?”

A postagem de Peter Schiff foi tomada por uma grande quantidade de defensores do Bitcoin, que apontavam motivos para explicar o questionamento de Schiff, mas também apontavam como a pergunta estava mal formulada/mal intencionada:

Peter Schiff Bitcoin

“O Bitcoin subirá com o tempo porque é mais escasso, vendável, seguro, descentralizado, fungível, portátil, resistente à censura, sem fronteiras, líquido, divisível, durável, imutável e mais facilmente verificável que o ouro.”

 

“Mas por que não está subindo agora, com todas essas más notícias, que são boas notícias para o Bitcoin? Todas essas qualidades que você alega do Bitcoin existem hoje. No entanto, eles não estão dando às pessoas um motivo para comprar hoje. Então, por que amanhã?”

 

“Um mês atrás custava US$ 3.700. Agora, está em US$ 6.700, com uma tonelada de demanda de compra abaixo do nível atual. A emissão do #BTC está prestes a ser cortada pela metade. Isso é 50% menos emissão a cada dia. Você faz as contas.”

 

“Ficou em US$ 3.700 após cair de US$ 10.000 em menos de um mês. Ainda está mais de 30% abaixo desse nível e estava mais baixo do que quando a crise dos #Coronavirus começou.”

 

“Ya, e antes de chegar a US$ 10.000, passou pelo nível em que está agora!”

 

“E antes disso estava em US$ 3,5 mil no início de 2019. E dois anos antes estava em US$ 1 mil, e ainda mais baixo antes disso. #Bitcoin está atualmente tendo um desempenho incrível.” – completou o apoiador do Bitcoin.

Faltando menos de 30 dias para o halving do Bitcoin, muito em breve saberemos quem estava certo nessa discussão. O ponto prático aqui é que durante essa crise o BTC apresentou forte correlação com outras classes de ativos.

Se isso é bom ou ruim, ainda não se sabe. Assim como o ouro, o Bitcoin cedeu e perdeu valor no mês de março, mas segue com um número cada vez maior de holders que acreditam em uma escalada após o halving.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.