Jordan Peterson adquiriu mais Bitcoin para fugir da inflação

O professor canadense de psicologia, Jordan Peterson, aumentou sua participação em Bitcoin para proteger seu capital da inflação.

Jordan Peterson, psicólogo clínico e personalidade famosa do YouTube, entrevistou o autor do livro “The Bitcoin Standard”, Dr. Saifedean Ammous. Eles discutiram os méritos do Bitcoin e como o principal ativo digital pode ajudar nos tempos de aumento da inflação.

Peterson abordou o criador anônimo do BTC – Satoshi Nakamoto. Ele expressou sua preocupação sobre como um indivíduo misterioso pode criar tal projeto do nada, e perguntou a Ammous por que as pessoas deveriam acreditar neste conceito.

Ammous explicou que o anonimato de Nakamoto não é um problema, pois isso pode aumentar ainda mais a natureza descentralizada da criptomoeda primária. O ponto principal é ter sucesso, pois muitas outras invenções que a sociedade usa hoje em dia também têm criadores desconhecidos:

Você usa a roda todos os dias, mas não sabe quem a inventou, e usamos muitas coisas todos os dias, não porque confiamos no cara que as inventou, mas porque eles têm um histórico comprovado.

O Dr. Ammous também afirmou que, o Bitcoin é a melhor versão do ouro, pois as pessoas não precisam se preocupar se a moeda contém metal básico. O ativo digital também é totalmente transparente e todos podem ver todas as transações.

O Bitcoin é essencialmente a tecnologia de defesa mais poderosa contra a inflação. É um enorme salto quântico à frente, na tecnologia do dinheiro como proteção de valor, contra a predação e a inflação. Acho que é um ajuste natural para qualquer pessoa que seja produtiva e queira economizar seu valor no futuro.

O autor de “The Bitcoin Standard” informou que, o Bitcoin pode ser particularmente benéfico em países com hiperinflação, onde o dinheiro fiduciário começará a perder seu valor rapidamente, devido às consequências da pandemia COVID-19.

De acordo com sua análise, os EUA, a Suíça, a Dinamarca e a Suécia, provavelmente experimentarão a inflação mais insignificante, com uma taxa de 6 a 7%, o que ainda significa que os indivíduos podem perder metade do valor de seu dinheiro, nos próximos dez anos.

Pouco depois da entrevista, Peterson admitiu que aprendeu muito com o Dr. Ammous. Como tal, ele alocou mais de sua riqueza em Bitcoin.

https://twitter.com/saifedean/status/1460359231052431364?s=20

Bitcoin é a arma

O reconhecimento público do Bitcoin como uma proteção contra a inflação tem se fortalecido muito, recentemente, desde que muitos outros especialistas apoiaram esse conceito.

Na semana passada, um grupo de análises da Bloomberg, descobriu que o principal ativo digital atingiu 99,996% de deflação nos últimos dez anos. Em comparação, o IPC subiu 28% em dólar no mesmo período. Como tal, eles descreveram o Bitcoin como “a melhor proteção contra a inflação”.

O bilionário americano Barry Sternlicht admitiu recentemente que havia investido pessoalmente no Bitcoin, citando que é um instrumento monetário contra a impressão em massa de moedas fiduciárias.

Um dos maiores defensores do Bitcoin e de suas qualidades anti-inflacionárias é Paul Tudor Jones. O bilionário chegou a classificar a criptomoeda como, uma ferramenta financeira superior ao ouro:

Acho que estamos entrando em um mundo cada vez mais digitalizado. Claramente, há um lugar para a criptomoeda e, claramente, ela está vencendo a corrida contra o ouro no momento, certo?

fonte: Crypto Potato

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_