Pirâmide: A empresa paga 1% ao dia… confia!

As pirâmides financeiras, principalmente com criptomoedas, têm crescido a uma taxa assustadora no Brasil

O famoso canto da sereia , a promessa de Dinheiro Fácil através de empresas modernas travestidas de ‘Fintech’ , ainda tem poder hipnótico sobre muitas pessoas.
Primeiro elas vão na dor de cada um, conectam o sonho; por vezes encantam com um possível propósito nobre e logo há uma multidão de ‘afiliados’ enfeitiçados que não só vendem a ideia para outros afiliados – através do sistema de multinível – como defendem a companhia com unhas e dentes.

Literalmente, eles vestem a camisa. Mas sem perceber o que tem de mensagem na estampa!

Infelizmente, as pessoas buscam sempre o atalho, o caminho fácil, e arriscam , facilmente, por encanto direcionado diretamente para o cérebro – os famosos gatilhos mentais – a maioria ou toda reserva financeira que demorou anos para juntar com muito suor. Muitas vezes, de forma ingênua, ainda envolvem nessa teia mental, parentes, amigos, colegas e logo se forma uma rede básica para cada pessoa.

Vamos deixar alguns pontos claros!

O Marketing Multinível é uma ferramenta utilizada no marketing para alavancar a venda de um produto ou serviço. A estratégia consiste, simplesmente, em comissionar os ‘vendedores’; no caso os afiliados, em mais de 1 nível de venda motivando a equipe a não só vender, mas como recrutar novos vendedores abaixo da sua rede. Esses vendedores-recrutadores ganham comissão sobre suas vendas e também, com valor menor, sobre a venda de seus vendedores dentro de sua rede.

A técnica é comum e na maioria das vezes bem efetiva.
O problema está na essência do produto/serviço e no modelo de negócios que é oferecido ao cliente.

Geralmente, nos esquemas de pirâmide, o produto/serviço é ‘fake’. Ele não tem saída, não tem liquidez ou, por si só, já é insustentável.

As formas mais comuns que têm aparecido no Brasil, são empresas de investimentos que utilizam criptomoedas. E nesse caso, tem 2 apelos fortes:
O Mercado das Criptos tem crescido a cada dia e dá uma ideia de ‘investidor moderno’; o cara de sucesso, que mostra foto numa ferrari porque investe em criptomoedas – é a fórmula ‘investidor’ + Pessoa antenada na tecnologia, entusiasta de ‘Criptomoedas’ – Será?

Por que as Criptomoedas ?

É simples! Como as transações com Bitcoin, em sua essência, não passam pelos mecanismos tradicionais (Mas já estão entrando no radar, veja a Instrução Normativa 1888 com a proposta de alguma regulamentação do meio cripto), os donos das pirâmides já constroem o golpe com a intenção de sair a qualquer momento, com o dinheiro (digo, os Bitcoins) dos clientes – pois o negócio não se sustenta a longo prazo.

As criptos são difíceis de rastrear e facilitam para o ‘golpista’ sumir com o dinheiro de todos.
Facilitando, ainda, receber de forma rápida e prática em outro país o que sugere facilitar uma possível ‘fuga’ do golpista.

Fora outras formas como tokens próprios ou estratégias de investimentos tradicionais que envolvem criptos mas prometem um rendimento muito maior.

E por que que as contas não fecham?

Novamente, é simples!

Pegando o exemplo do título, uma empresa que diz trabalhar com Trade de Bitcoin e demais criptoativos (e aí a variedade é grande; umas usam robôs, outras salas com pessoas operando, outras contrataram o melhor trader do mundo, outras fazem mágicos bots de arbitragem, etc…) promete um retorno de 1% ao dia.

Vamos lá, sem utilizar juros compostos (por enquanto!)
Digamos que, operando todo dia, a média de ganho é de +30% ao mês!

Uau! Tentador né? (aliás o robô conseguiu alcançar o setup dos sonhos)

OK! Digamos que cada investidor coloque APENAS o valor de R$ 1000,00 nesse negócio. Beleza.
Agora, vamos imaginar que essa empresa, ainda pequena, tem apenas 10 mil investidores

– Veja bem, empresas maiores aí prometem mais e com mais de 100mil pessoas…

Então vamos lá:
São 10 mil investidores com um aporte médio de R$ 1mil, nesse caso, a instituição tem uma banca de R$ 10 milhões !!!

Agora é Matemática – Vamos aos Juros Compostos !

Se você tem R$ 10.000.000,00 com um rendimento de 30% ao mês (nem estamos considerando 1% ao dia que daria mais)…

Pirâmide Financeira - Juros Compostos

Em 1 ano a empresa terá R$ 232.980.851,16 !!! São quase 233 milhões.
Mas isso contando em apenas 1 ano.

Se esse prazo for de 3 anos, aí o negócio começa a ficar muito assustador:
O acumulado da empresa seria de MAIS QUE 126 BILHÕES DE REAIS !!–  Pode isso Arnaldo?

Pirâmide Financeira juros compostos 2

Em menos de 10 anos, a mesma empresa, com apenas 10 mil afiliados e com uma média de investimento de 1mil reais cada um, a empresa já estaria girando TODO o dinheiro do mundo.

Por isso, o negócio é INSUSTENTÁVEL!

Você pode, você mesmo, fazer suas simulações através desse link aqui. Muda a quantidade de meses e os percentuais de rendimento e divirta-se.

Sinais que uma Pirâmide está começando a ruir.

Se você não sabia e entrou numa dessas, saia imediatamente!!! Tire o seu dinheiro, diga para seus indicados saírem e mostre o cálculo de juros compostos acima para eles. Não perde tempo. Acredite, não vale a pena!

De toda forma, lembra, a pessoa que entrou foi “enfeitiçada” e para quebrar uma crença não é tão fácil assim.
E aí, a verdade, infelizmente, tem que ser dosada.

Alguns sinais que o negócio está começando a “dar ruim”:

  • Começar a atrasar pagamentos;
  • Dar um restart no sistema – Construir um novo sistema 2.0 porque o outro estava com problemas, atrasando ou parou de pagar
  • Criar uma moeda (token) próprio e pagar com essa moeda
  • Mudar regras de pagamentos ou comissões no meio do caminho (geralmente indo contra o suposto ‘contrato’)
  • Site caiu ou saiu do ar
  • Os BTC’s sumiram, fomos hackeados
  • Os BTC’s sumiram, deu um problema na blockchain…
  • Reclame Aqui começar a encher

Esses são apenas alguns dos sinais que o negócio vai começar a desandar…

Mas você pode evitar isso…

Agora que você já sabe como funciona, por favor, NÃO ENTRA!

Além de você perder o seu dinheiro, você induz parentes e e amigos a perderem dinheiro. E aí o problema fica maior. Você pode ter sequelas em seus relacionamentos pessoais e profissionais para o resto da vida.

E mesmo que você tenha entrado antes e que você ganhe, você está ALIMENTANDO O ESQUEMA.

Como, matematicamente, o negócio vai quebrar de qualquer jeito, lá na frente a base vai ruir e milhares de pessoas vão tomar prejuízo. Mesmo que você tenha saído no lucro, de forma direta ou indireta, você contribuiu para que o esquema prosperasse até um certo ponto.

Pode ser que você tenha entrado na inocência, sem saber de nada disso e que realmente acreditou na proposta – isso já aconteceu comigo, infelizmente conheci o bitcoin mais a fundo assim. A sua ingenuidade não paga a dor de cabeça que vem depois…
Pode ser que você já esteja 100% conectado ao sistema e que os gritos de incentivos gananciosos dos diretores e de alguns líderes façam sentido para você nessa hora, que você se sinta valorizado e acolhido por aquela tribo.
Não se engane! Não se iluda!

Se você puder parar para refletir sobre a sustentabilidade real da empresa, de forma clara, sem influência da parte emocional do negócio, para agora! Pensa, reflete! Se desconecta do negócio para tentar enxergar por outro ângulo.
Se puder conversar com alguém que já passou por isso, conversa, é uma boa opção escutar pessoas que já tiveram a experiência.

Você não só estará se ajudando, como evitando vários futuros problemas.
Além de ajudar o ecossistema cripto a não mais ter sua imagem manchada com as inúmeras pirâmides que nascem todos os dias vinculando o Bitcoin a elas.

Pensa nisso!

 

 

 

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/