Polícia polonesa descobre operação ilegal de mineração de Bitcoin em sua própria sede

Situação, no mínimo irônica, acarretou em duas demissões

A Polônia pode ter registrado o caso mais estranho de mineração ilegal de Bitcoin até o momento.

Uma operação furtiva foi descoberta recentemente pela polícia polonesa em seu próprio quartel-general em Varsóvia, informou o jornal Gazeta Wyborcza na sexta-feira.

O porta-voz Mariusz Ciarka disse ao canal de TV local TVN24 que um especialista em TI civil estava descaradamente roubando eletricidade em um local da polícia para minerar criptomoedas:

Infelizmente, isso aconteceu em um local da polícia.

O trabalhador sem escrúpulos já foi demitido depois que seu delito veio à tona.

Embora Ciarka diga que o roubo de energia foi descoberto “muito rapidamente”, não está claro exatamente por quanto tempo a operação ocorreu.

A polícia disse que ele não teve acesso aos bancos de dados de aplicação da lei por causa do medo de que eles vazassem devido ao incidente.

Mais uma pessoa envolvida na mineração ilegal também será demitida.

Mineradores oportunistas

Conforme relatado pela U.Today, um representante municipal de Budapeste, Hungria, foi pego minerando Bitcoin de seu escritório em outubro passado, o que levou a um pequeno escândalo político no país do Leste Europeu. Um prefeito de distrito acusou o minerador oportunista de arruinar a reputação de seu partido.

No mesmo mês, uma fazenda de mineração de Ethereum foi descoberta em um aeroporto italiano.

Alguns outros locais que foram usados ​​para minerar criptomoedas incluem estações ferroviárias, uma agência nacional de ciência e até mesmo usinas nucleares.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.