Por que 2020 trará recordes para criptomoedas

Um futuro melhor para as criptomoedas

Atualmente, a capitalização total do mercado de criptomoedas é 50% maior do que era ano passado nesta época, no entanto, isso está em grande parte acontecendo com o Bitcoin. A maioria das altcoins estão sendo negociadas com valores mais baixo do que no início de 2019 e este ano, será um ano para esquecer muitas criptomoedas. 

Existem vários fatores que podem levar a um renascimento e as novas elevações em 2020. As preocupações econômicas estão crescendo e os bancos centrais estão tomando medidas mais extremas para evitar a recessão. 

As taxas de juros negativas  estão pressionando massivamente o mercado financeiro e o decreto está sob ameaça de desvalorização. Vários países já sofreram hiperinflação e as pessoas se voltaram para as criptomoedas como um porto seguro. 

Com uma distorção no valor dos ativos, os investidores podem recorrer a outros mais arriscados, como o Bitcoin. Além disso, as ações e imóveis estão em níveis mais altos de todos os tempos, enquanto a dívida global está subindo rapidamente. A geração milênio não vai querer se queimar, então eles também podem recorrer às criptomoedas, de acordo com o analista do setor.

A eleição dos EUA também pode ter um papel, já que o presidente Trump fará qualquer coisa para manter o mercado de ações bombeado, enquanto afeta negativamente os acordos comerciais globais em nome do protecionismo. 

O halving do Bitcoin também não pode ser ignorado, e é provável que ocorra uma manifestação após esse evento. A redução da inflação está sendo otimista para o Bitcoin, embora possa haver algum impacto negativo na lucratividade da mineração.

A Ethereum também passará pelos estágios iniciais de um grande consenso e atualização da rede, o que tratá novas oportunidades de investimentos. Outros tokens tiveram um bom desempenho este ano, então a ETH pode impulsionar o mercado quando a Serenity (SRNT) finalmente começar a ver a luz do dia. 

Atualmente, existe muito pessimismo na indústria das criptomoedas, com as tendências de pesquisa em declínio e o interesse geralmente diminuindo, pois a maioria das criptomoedas ainda está 90% abaixo de seus picos e não tem liquidez. Um novo ano pode rejuvenescer as coisas. 

2019 não foi o melhor ano para as criptomoedas, com a maioria delas descartando todos os ganhos obtidos. Apenas o Bitcoin e algumas outras criptomoedas conseguiram sobreviver, mas as perspectivas para 2020 parecem melhores em todos os aspectos.

Imagem bedneyimages por Feepik.

Fonte: Bitcoinist

Foto de Mirian Romão
Foto de Mirian Romão O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.

mirian_romao