Preço do Bitcoin ultrapassa US$ 48.000, estabelecendo novo recorde histórico

Após as principais notícias da Mastercard e do banco mais antigo dos EUA, o BNY Mellon, o preço do Bitcoin atingiu um novo recorde histórico

O Bitcoin bateu mais um recorde, quebrando o recorde anterior e estabelecendo um novo em cerca de $ 48.480. Isso veio logo depois que a Mastercard anunciou que iria potencialmente integrar criptomoedas em sua rede e o banco mais antigo dos EUA, BnY Mellon, revelando que iria reter, transferir e emitir BTC e outras criptomoedas em nome de seus clientes de gerenciamento de ativos.

Dessa forma, o preço do Bitcoin apenas pintou um novo recorde histórico, superando o recorde anterior. No momento em que este artigo foi escrito, a ATH foi registrada em US$ 48.481 na Bitstamp.

btcusd_chart

BTC / USD, Bitstamp. Fonte: TradingView

 

Com isso, o preço do Bitcoin agora está de olho na cobiçada meta de $ 50.000. Isso vem em um candle verde impressionante, que se estende por uma mínima intradiária de $ 44.040 até o preço atual.

Também é interessante notar que a mudança ocorre no momento em que a Mastercard, uma das maiores empresas de processamento de pagamentos do mundo, anunciou que potencialmente integraria criptomoedas em sua rede ainda este ano.

Com esta mudança, a Mastercard se torna a mais recente gigante do processamento de pagamentos a fazer isso após a mudança da Visa no início do ano.

Ao mesmo tempo, outras notícias otimistas vieram do banco mais antigo dos Estados Unidos – o BNY Mellon. A instituição revelou que manteria, transferiria e emitiria Bitcoin e outras criptomoedas em nome de seus clientes de gerenciamento de ativos.

Em geral, nas últimas 24 horas, cerca de $ 630 milhões de posições foram liquidadas nas maiores exchanges.

O maior pedido de liquidação individual aconteceu na BitMEX. Era uma posição de Bitcoin com valor de face de $ 8,19 milhões.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.