Prefeito de Miami: BTC tem a capacidade de erradicar o comunismo pacificamente

Bitcoin dá a todas as camadas da sociedade a chance de desempenhar um papel na rede financeira, afirmou Francis Suarez, prefeito de Miami

Francis Suarez – o prefeito de Miami – acredita que o bitcoin é a revolução mais pacífica de nossos tempos. Ele acrescentou que alguns de seus méritos mais consideráveis ​​são a capacidade de “erradicar” o comunismo, o “incrível poder de libertar as pessoas” e o potencial de democratizar suas escolhas.

Francis Xavier Suarez – prefeito de Miami desde 2017 – é sem dúvida um grande defensor da indústria de criptomoedas e, mais especificamente, bitcoin. Além de titular, anunciou recentemente que receberá seu contracheque integralmente em BTC.

Durante um episódio recente de “What Bitcoin Did” com Peter McCormack, Suarez explicou por que o ativo digital primário é tão importante e como pode ajudar a economia na atual crise financeira.

Ele disse que a vantagem mais significativa do bitcoin é sua capacidade de criar um sistema de troca onde as pessoas não sejam sujeitas à “inflação selvagem e desvalorização selvagem por meio de pessoas muitas vezes corruptas“.

Assim, não é de admirar que vários países da América Central, América do Sul e África estejam considerando adotar o ativo como moeda com curso legal, observou Suarez.

“O Bitcoin tem um poder incrível para erradicar pacificamente o comunismo no planeta, libertar as pessoas e democratizar suas escolhas”, concluiu.

Outra grande oportunidade que a criptomoeda concede à humanidade é a capacidade de ter o “direito de obter um retorno“. O sistema financeiro de hoje está um caos total, causado principalmente pela aceleração da inflação, destacou o prefeito. Na verdade, ele duvidou que a taxa atual nos EUA esteja entre 6% e 7%, e opinou que poderia estar na faixa de 10 e 15%.

Isso significa que se as pessoas colocarem seu dinheiro em uma conta bancária, elas receberão juros zero e, em um ano, esses fundos valerão menos. Dito isso, os investidores deveriam alocar pelo menos parte de seus fundos em bitcoin, uma vez que é um hedge contra a inflação, explicou Suarez.

Muitos outros nomes proeminentes, incluindo Paul Tudor Jones, Anthony Scaramucci e Jordan Peterson , apoiam a tese do prefeito.

Bitcoin criará disciplina fiscal

Suarez continuou dizendo que o BTC não representa uma ameaça para os políticos. Independentemente das visões políticas, todos os líderes devem abraçar o ativo e, assim, “trazer equilíbrio para sua economia“. Em sua opinião, o BTC poderia criar disciplina fiscal, já que os governos não podem imprimir mais e não podem corrompê-lo como as moedas fiduciárias.

Ao longo dos anos, os EUA empregaram vários recursos para se manter no topo. A nação também sempre se esforçou para criar benefícios financeiros para o resto do mundo. Hoje, é preciso abrir os braços para o bitcoin para dar continuidade à sua agenda, opinou.

China nos ajudou

Posteriormente, Suarez abordou a proibição total da mineração de bitcoin que a China impôs no início deste ano. Ele vê isso como esperado, já que o país mais populoso tem um governo comunista, que quer estar no comando de tudo.

No entanto, ao fazê-lo, a China fez um “grande favor” aos Estados, afirmou Suarez. Ele explicou que a mineração de BTC cria oportunidades de emprego, já que muitas empresas do setor estão localizadas em áreas rurais, onde as pessoas são pobres e desempregadas.

Outra coisa boa vinda da proibição da China é que agora a mineração de bitcoin está concentrada principalmente nos EUA, onde muitas empresas usam energia renovável e são muito mais voltadas para o verde do que a China.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8