Presidente do Banco Central da Noruega: “Bitcoin é ‘muito caro’ para ser usado e não preserva estabilidade”

Parece que Oystein Olsen, líder do Banco Central da Noruega, não é exatamente um fã do Bitcoin

A Noruega tem caminhado continuamente em direção a uma sociedade sem dinheiro, mas o presidente do banco central do país diz que as pessoas não deveriam recorrer ao Bitcoin como alternativa.

Oystein Olsen, o presidente do Norges Bank em Oslo, diz que é inconcebível que o Bitcoin substitua a moeda fiduciária controlada pelos bancos centrais, acrescentando que embora as pessoas gostem de falar sobre isso, o Bitcoin não será uma ameaça aos bancos centrais.

“O Bitcoin consome muitos recursos, é caro demais e, o mais importante, não preserva a estabilidade”, disse Olsen em entrevista por telefone.

“Quero dizer, a propriedade e a tarefa básicas de um banco central e de sua moeda é fornecer estabilidade no valor do dinheiro e no sistema, e isso não é feito pelo Bitcoin.”

Recentemente, Kjell Inge Rokke, um dos empresários mais proeminentes da Noruega, endossou o Bitcoin, dizendo que no final das contas estará do lado certo da história monetária. Seu Aker ASA também investiu US $ 58,6 milhões em Bitcoin e criou uma nova unidade para estabelecer operações de mineração de BTC e investir em todo o ecossistema Bitcoin.

Negociando acima de US $ 54 mil, a criptomoeda líder se tornou um ativo de um trilhão de dólares este ano. De acordo com Kjell, o preço do BTC um dia pode até “valer milhões de dólares”.

O ativo de cripto atingiu uma nova ATH em quase US $ 62 mil no início deste mês, valorizando mais de 15 vezes em relação à baixa de março, à medida que instituições, fundos de hedge, indivíduos de alto patrimônio líquido, fundos de pensão e seguradoras cada vez mais ingressam no mercado de cripto e investem Bitcoin.

CBDC não perturbará o setor privado

Em meio ao crescente interesse e adoção de ativos cripto, os bancos centrais da China, Suécia, Japão e Estados Unidos estão desenvolvendo suas próprias versões digitais de moedas fiduciárias.

Embora a Noruega tenha se tornado o país com menos dinheiro do mundo, com apenas 4% de todos os pagamentos realizados com moedas e notas, conforme compartilhado pela vice-presidente do Norges Bank, Ida Wolden Bache, em novembro passado, o país não é líder em moedas digitais do banco central (CBDC) .

O Norges Bank, no entanto, deve publicar um relatório sobre seu projeto CBDC no próximo mês, que as autoridades afirmam que “não mudará a intermediação de crédito do setor privado”.

No início deste mês, Wolden Bache disse que o objetivo é que os usuários “possam pagar de forma eficiente e segura em coroas norueguesas”.

Fonte: BTC EG

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.