QuadrigaCX “acidentalmente” transfere mais de 100 Bitcoins para uma wallet inacessível

Mais um capítulo do caso da exchange canadense

De acordo com a Ernst & Young, no dia 6 de fevereiro a exchange QuadrigaCX transferiu US$468.675 (103 unidades de Bitcoin) para uma cold wallet vinculada ao CEO da plataforma, que faleceu em dezembro.

A informação foi fornecida na terça-feira, 12 de fevereiro, mas até o momento não foi revelado como a transferência ocorreu.

No dia 5 de fevereiro o Supremo Tribunal da Nova Escócia determinou que a Ernst & Young, grande empresa de consultoria, supervisionasse a reestruturação da plataforma. A exchange buscou auxílio após suspender suas operações em janeiro, alegando não conseguir acessar os fundos em cripto de cerca de 115 mil clientes após a morte do CEO, Gerald Cotten, que supostamente era o único que detinha as chaves privadas das wallets.

Agora, a plataforma possui dívidas de US$190 milhões em Bitcoin, Ethereum, Litecoin e outras moedas digitais mantidas para seus clientes, e mais US$70 milhões de pedidos judiciais anteriores.

Exchanges e investidores geralmente mantêm seus fundos em cold wallets, dispositivos físicos desconectados da web que podem ser conectados a um computador quando necessário, visto que wallets conectadas à internet estão sujeitas a vulnerabilidades, como hackers.

De acordo com a Ernst & Young, os dados apresentados foram baseados em informações financeiras não auditadas presentes nos livros de registros da exchange e informações financeiras preparadas pela plataforma.

FONTE: THE STAR