Randi Zuckerberg explora as vantagens de Bitcoin e XRP em um programa de rádio global

Randi Zuckerberg foi entrevistada ontem por Meltem Demirors

Randi Zuckerberg, ex-diretora de desenvolvimento de mercado do Facebook e irmã do CEO, Mark Zuckerberg, realizou uma entrevista com três renomados cripto especialistas. No programa, ela basicamente discutiu o uso de Bitcoin e Ripple e como essas tecnologias vão mudar o mundo.

Falando com Meltem Demirors, ela destacou o papel do Bitcoin na maneira como a sociedade moderna vê o sistema fiduciário tradicional. “Até o bitcoin, nunca tínhamos pensado realmente sobre por que valorizamos o dólar dos EUA em relação ao dólar de Ruanda e qual a diferença entre eles”, enfatizou ela como parte da discussão voltada para os meandros do sistema financeiro tradicional e como ele depende das pessoas confiarem em terceiros – concordem ou não.

Mais tarde, ela concentrou sua atenção na Ripple. Zuckerberg entrevistou Asheesh Birla, vice-presidente sênior de desenvolvimento de produtos e corporativos da Ripple. Birla não brinca quando se trata de descrever o que ele pensa da empresa por trás do XRP – um sentimento que Zuckerberg não questionou. Para a executiva da Ripple, a empresa em que trabalha é basicamente um modelo do que uma empresa de sucesso deve ser.

A Ripple anunciou recentemente que o DeeMoney – a principal instituição não bancária da Tailândia, especializada em transferências digitais de dinheiro entre fronteiras – usará a RippleNet para processar pagamentos da Coréia do Sul, Indonésia, Cingapura, Israel e das regiões do Oriente Médio e do Golfo para esse país, já que mais de um milhão de nacionais trabalham no exterior e enviam dinheiro via remessa para o leste da Ásia e Pacífico, movimentando mais de US$ 140 milhões.

Quando a segunda fase da RippleNet for concluída, essas transações monetárias serão realizadas em tempo real, com uma nova tecnologia que fornecerá um sistema automatizado para o envio de dinheiro, ajudando o crescimento da Tailândia no setor tecnológico e financeiro do país.

Após a discussão, Randi não parou de twittar diariamente sobre o impacto que a blockchain trará para o mundo inteiro e a visão sobre a Ripple, que Asheesh Birla acha que poderia liderar a revolução na Ásia.

“Eu penso que a Ripple estará realmente decolando nos próximos dois anos. A ordem mundial será remontada usando a tecnologia blockchain e eu penso que a ásia liderará esse caminho – escreveu Randi Zuckerberg

A Ripple decolará nos próximos 2 anos? Só o tempo dirá, mas, enquanto isso, seus usuários poderão testemunhar todas as melhorias tecnológicas e financeiras que a Ripple está promovendo para se posicionar como o jogador número um no espaço cripto.

Randi não gosta apenas de criptomoedas. A tecnologia blockchain como um todo parece ser tão interessante para ela quanto o uso financeiro que ela possui. Embora seu irmão esteja trabalhando na Libra, sua mídia social mostra uma visão mais ampla.

Fonte: ZyCrypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.