A Rede Solana é mais ecológica que o Google

De acordo com um relatório da Solana, uma transação na Blockchain do projeto requer menos energia do que duas pesquisas no Google.

Solana surgiu como uma alternativa viável para uma série de Blockchains. Na verdade, a rede não é apenas eficiente quando se trata de realizar transações, mas também é mais verde do que o gigante da navegação na web Google, pelo menos de acordo com um relatório recente.

Em um momento em que a pegada de carbono de ativos baseados em Prova de Trabalho (PoW) foi analisada, o último Relatório de Uso de Energia de Solana para novembro de 2021 demonstra uma nova tendência tomando forma que empurra para uma criptoesfera mais verde.

Solana vs. Google: qual é mais verde?

De acordo com o relatório, a Fundação Solana determinou que uma única transação Solana leva 0,00051 kWh ou 1.836 Joules de energia. Para colocar as coisas em perspectiva, o relatório apresentou uma infinidade de atividades que consomem mais energia. Por exemplo, uma única busca no Google supostamente consome cerca de 1.080 Joules. Ou seja, duas pesquisas no Google consumiriam mais energia do que uma transação na rede Solana.

Não termina aí. A transação no Solana também requer 24 vezes menos energia do que carregar um telefone celular. Também consome menos energia do que manter uma lâmpada LED acesa por uma hora, que consome cerca de 36.000 Joules, e trabalhar por uma hora com computador e monitor, que leva cerca de 46.800 Joules.

O que é ainda mais interessante é que toda a rede Solana usa apenas cerca de 3.186.000 kWh por ano. Isso é equivalente ao uso médio de eletricidade de 986 residências nos EUA.

Solana, votos reduzem a pegada de carbono

Enquanto isso, líderes em todo o mundo estão discutindo sobre os esforços globais para minimizar as emissões de carbono. Para o setor de criptomoedas, a Fundação Solana parece estar empenhada em trabalhar para a neutralidade de carbono.

Como tal, a organização prometeu reduzir ainda mais os efeitos ambientais do ecossistema SOL. Seus planos para o restante de 2021 incluem a introdução de um programa para ajudar a tornar a rede de validadores de Solana neutra em carbono e compensar a pegada do ecossistema.

Além dessas etapas, a fundação também revelou que lançaria relatórios sobre as estatísticas de energia do projeto, periodicamente. Em suma, Solana aparece como a alternativa mais rápida e menos faminta de energia ao Ethereum, que foi crivado de altas taxas de gás e uma conta de luz que queima um grande buraco no bolso. A corrida agora é para combinar eficiência e tecnologia amiga do ambiente.

No entanto, Solana não é o único que está fazendo um tremendo esforço para se tornar verde. Desde a proeminente empresa de Blockchain, Ripple, até Avalanche e Neon Labs, várias plataformas estão trabalhando para se tornarem eficientes em termos de energia.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_