Ripple se torna membro do The Global ISO 20022 Standards Body

Ripple se junta à ISO 20022

A Ripple se tornou o primeiro membro focado em blockchain do emergente The Global ISO 20022 Standards Body. Assim, a empresa juntou-se a entidades de processamento de pagamentos como Visa e Swift e a vários bancos comerciais e centrais internacionais.

A empresa por trás da terceira maior criptomoeda por valor de mercado (XRP) anunciou recentemente tornar-se parte do ISO 20022 Standards Body. Além disso, a Ripple afirma que é o “primeiro membro focado na tecnologia Distributed Ledger (DLT)”.

A ISO 20022 é uma norma ISO para intercâmbio eletrônico de dados entre diferentes instituições financeiras. Inclui informações financeiras transferidas entre organizações que incluem transações com cartão de crédito ou débito, dados de liquidação e negociação de valores mobiliários e outras transações de pagamento.

Várias instituições financeiras conhecidas já estão utilizando a ISO 20022. Entre elas estão a International Swaps and Derivatives Association (ISDA), Omgeo, Swift e Visa.

Segundo um relatório da Swift, o padrão foi adotado em mais de 70 países até o momento. Nos próximos anos, “será o padrão de fato para sistemas de pagamento de alto valor de todas as moedas de reserva, suportando 80% dos volumes globais e 87% do valor das transações em todo o mundo”.

O documento também acrescentou que esse novo modelo comum de dados de pagamento deve melhorar a conformidade e a eficiência no setor financeiro.

Crescimento recente da Ripple

Embora ingressar no ISO 20022 Standards Body seja um desenvolvimento sério por si só para a Ripple, a empresa também vem revelando colaborações atraentes ultimamente.

Por exemplo, no início de 2020, a Ripple anunciou uma parceria com o banco mais antigo da Tailândia – o Siam Commercial Bank. Consequentemente, ambas as organizações planejavam lançar um aplicativo chamado SCB Easy para pagamentos transfronteiriços. Apenas algumas semanas atrás, o aplicativo em execução na Ripple foi oficialmente apresentado e concluiu uma transação em 40 segundos.

A empresa continuou estabelecendo uma presença robusta na Tailândia, colaborando com uma fintech local chamada DeeMoney. Assim, o DeeMoney usará a RippleNet para processar pagamentos de entrada mais eficientes e mais rápidos no país.

A empresa européia de serviços de remessa on-line, Azimo, também fez parceria com a Ripple. A Azimo alavancará o On-Demand Liquidity (ODL) da Ripple para pagamentos de remessas nas Filipinas e planeja expandir os serviços em outros países também no futuro.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.