Rússia poderá adotar regulamentação para criptomoedas em março

O país está dando grandes passos na direção do setor

A Duma russa, câmara baixa da Assembléia Federal que forma o Legislativo da Federação Russa, anunciou planos para a adoção de um novo regulamento para criptomoedas em março.

De acordo com a agência financeira Rambler, o ex-ministro da Energia Igor Yusufov também propôs um criptoativo apoiado pelo petróleo. Aparentemente, o desenvolvimento do projeto está em seus estágios finais.

Durante uma entrevista, Yusufov declarou que a introdução de uma criptomoeda no mercado de energia poderia evitar custos associados à utilização de moedas sem apoio e à volatilidade de suas taxas de câmbio. Citou ainda economias em comissões de câmbio e restrições como outros exemplos de vantagens que o novo sistema proposto poderia proporcionar.

De acordo com um artigo, os países membros da OPEP + (Organização informal dos Países Exploradores de Petróleo +), incluindo a Rússia poderiam se beneficiar da iniciativa, pois o sistema permitiria que contornassem restrições comerciais e financeiras.

Yusufov também explicou que o blockchain seria utilizado para o rastreio e verificação de cada barril de petróleo ao longo de toda a cadeia, sem custos adicionais.

Igor Kostikov, ex-chefe da Comissão Federal de Valores Mobiliários da Rússia, supostamente comentou o projeto, sugerindo que além de petróleo e gás, qualquer recurso permutável poderia ser conectados à nova moeda.

“Talvez o criptoativo apoiado pelo petróleo seja o projeto pioneiro que irá criar uma estrutura confiável para o mercado de criptomoedas como um todo”, concluiu

O projeto se assemelha ao Petro, criptomoeda venezuelana apoiada pelo petróleo lançada em 2018.

No final de janeiro o presidente da câmara do alto parlamento russo solicitou que os parlamentares acelerassem os trabalhos envolvendo projetos de economia digital, que incluem um esboço sobre uma regulamentação para o setor de cripto.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli