Russia usará tecnologia Blockchain para regularizar contratos do Fundo de Pensão

Com cada vez mais força, o blockchain ganha destaque no país

A incorruptibilidade do blockchain tem atraído todo tipo de consumidor. Neste caso específico, a tecnologia será utilizada para integrar as informações do Fundo de Pensão Russo FIU em um registro distribuído, para que haja a junção de todos os sistemas em uma só plataforma.

Segundo os responsáveis pela decisão, essa medida poderá reduzir os custos destinados à manutenção e ao armazenamento de grandes quantidades de dados, além de proporcionar transparência aos acordos de relações trabalhistas.

Outro foco é auxiliar na proteção dos direitos dos trabalhadores vetando contratos ilegais, que de acordo com especialistas, são uma prática recorrente.

De acordo com Alexander Shcherbakov, professor na Academia Russa de Ciências e Instituto de Tecnologia para Política Social e Trabalhista, as violações trabalhistas ocorrem com frequência em pequenas e médias empresas no país, e a nova tecnologia permitirá o monitoramento de tais ocorrências.

Leia mais:Austrália criará um blockchain nacional com tecnologia da IBM

Atualmente, os dados são alojados em servidores centralizados. A partir da aplicação da tecnologia blockchain, as informações serão armazenadas em bancos de dados distribuídos.

De acordo com o Presidente do Governo, Dmitry Medvedev, a medida entrará em vigor em 2020.

Russia usará tecnologia Blockchain para regularizar contratos do Fundo de Pensão

FONTE: CNN