SEC está investigando Elon Musk por causa da Dogecoin

Pouco depois de o CEO da Klarna, Sebastian Siemiatkowski, expressar sua preocupação com os tweets que promovem o Bitcoin, relatórios revelaram que a SEC está investigando Elon Musk por conta de seus tweets sobre a Dogecoin

O preço da Dogecoin caiu em reação à notícia de que a Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos está investigando o CEO da Tesla, Elon Musk, por causa dos seus tweets sobre a Dogecoin.

Recentemente Elon Musk tem defendido criptomoedas por meio de seus posts no Twitter. No mês passado, o CEO da empresa de veículos elétricos revelou seu interesse no principal ativo cripto, adicionando a hashtag Bitcoin à sua biografia do Twitter. A ação de Musk gerou vários comentários na comunidade cripto, aumentando o preço do BTC.

Musk investigado por promover a DOGE

Pouco depois de incluir a hashtag Bitcoin em sua biografia do Twitter, Elon Musk postou vários tweets, junto com imagens, promovendo a Dogecoin. Embora os tweets contínuos do CEO sobre a DOGE pareçam piadas, as postagens têm influenciado o preço do ativo digital. O preço da Dogecoin aumentou continuamente em reação às várias postagens de Musk. No mês passado, a DOGE cresceu mais de 500%.

A criptomoeda, que começou como um meme, agora tem um valor de mercado de mais de US$ 6,6 bilhões. No momento em que este artigo foi escrito, a DOGE caiu 8,55%, para US$ 0,05113.

Após uma série de tweets que aumentaram o preço da DOGE, a SEC agora está investigando Musk sobre possíveis violações de segurança relacionadas à criptomoeda. No dia 25 de fevereiro, a agência de notícias financeiras First Squawk anunciou em um tweet.

https://twitter.com/FirstSquawk/status/1364990468463857666?ref_src=twsrc%5Etfw

“É DITO QUE A SEC ESTÁ INVESTIGANDO O TESLA CHIEF EXECUTIVE MUSK POR CAUSA DE SEUS TWEETS SOBRE A DOGECOIN: FONTES FAMILIARES COM A MATÉRIA”

Em 2018 a SEC abriu um processo contra Musk em relação a um comentário que ele fez no Twitter, dizendo que estava considerando uma decisão de tornar a Tesla privada. No tweet, o CEO disse:

“Estou pensando em tornar a Tesla privada por $ 420. Financiamento garantido.”

A SEC reagiu à afirmação de Musk de que o financiamento estava garantido. Eventualmente, o caso foi resolvido, com Tesla e Musk pagando multas de US$ 20 milhões cada.

O CEO da Klarna pede regulamentações sobre tweets que promovem Bitcoin

Recentemente o CEO da gigante europeia Klarna, Sebastian Siemiatkowski, expressou sua preocupação com tweets promovendo Bitcoin. O comentário do CEO veio cerca de 24 horas antes das notícias sobre a investigação de Musk com a SEC.

Em uma entrevista à CNBC em 24 de fevereiro, Siemiatkowski disse que está “profundamente preocupado” que tais tweets possam enganar os traders de varejo. Falando mais adiante em uma entrevista com a CNBC no dia 24 de fevereiro, o CEO da Klarna pediu aos reguladores que alertassem esses tweets para evitar perdas potenciais às pessoas.

Conforme declarado em um relatório da CNBC, Siemiatkowski explicou:

“É ótimo podermos apresentar novos produtos financeiros e assim por diante. Mas eles precisam seguir os regulamentos padrão que estabelecemos e alguém precisa policiá-los para ter certeza de que estão sendo cumpridos, porque, do contrário, teremos muitos consumidores perdendo muito dinheiro. E é isso que está acontecendo, infelizmente.”

Fonte: Coinspeaker

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.