SEC solicita ferramentas Blockchain para identificar proprietários de wallets

A iniciativa pode indicar o desejo de um cenário baseado na transparência antes da aprovação de um ETF

Ao passo que os investidores americanos esperam pela aprovação de um ETF de Bitcoin, o setor de regulamentação financeira está buscando tornar este mercado o mais transparente possível, visto que recentemente a SEC (Securities and Exchange Comission) solicitou serviços que forneçam dados de blockchain para identificar proprietários de wallets para diversas criptomoedas.

Em 31 de janeiro a comissão emitiu um “aviso de fontes solicitadas” em busca de empresas para apoiar seus esforços no monitoramento de riscos e aprimorar a conformidade dos ativos. O regulafor está buscando um serviço para adquirir dados nos “blockchains mais utilizados, incluindo o universo de informações disponíveis e detalhes de transação”.

A fontes devem fornecer à comissão a capacidade de obter insights a partir dos dados disponíveis, incluindo “dados de atribuição” (a quem pertence determinado endereço). A SEC também exige capacidades adicionais, como fornecimento de extrações de dados em uma base recorrente para as criptomoedas mais utilizadas com base no volume de transação, limpeza e normalização de dados para permitir revisão e exploração, e meios para demonstrar que os dados são precisos e completos.

Para todas essas exigências, a comissão deseja um método de verificação que possa ser utilizado para garantir que não haja perda de dados.

A SEC também está buscando informações sobre quais das criptomoedas mais populares podem ser fornecidas, opções para compartilhamento e transmissão de dados, processos e ferramentas utilizadas para compilar e agregar dados e métricas. Aqueles que desejarem apresentar seus serviços devem fornecer estimativas de custo para acesso contínuo ou assinatura dos dados solicitados e devem se registrar até 14 de fevereiro.

Ultimamente a SEC ganhou bastante foco graças ao ETF de Bitcoin, visto que sua aprovação é primordial para que o processo siga em frente. De acordo com o Bitcoin.com, talvez as capacidades de monitoramento e o envolvimento da tecnologia blockchain buscadas pela SEC possam explicar a transparência que a comissão deseja antes de aprovar um ETF.

FONTE: BITCOIN.COM

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli