Será o fim da novela da Unick?

Empresa publica instruções para negociar cancelamento

Desde agosto, os clientes da Unick reclamam que não conseguem fazer saques ou receber o dinheiro de volta. Na semana passada, um comunicado assinado pelo presidente da empresa, Leidimar Lopes, falava da parceria com um escritório de advocacia para firmar acordos extrajudiciais e pagar investidores. Em 8 de outubro, o Portal de Notícias Unick Academy publicou o que chamou de “esclarecimentos ao mercado”, com informações sobre o procedimento para ser ressarcido. Será o fim da novela da Unick?

Além de reforçar que todas as negociações serão feitas por intermédio do NWADV – Nelson Wilians Advogados Associados, a nota de esclarecimentos lista os dados que o cliente deve encaminhar, como nome completo, CPF e valor que entende devido, e diz que o principal canal de atendimento é o e-mail unick@nwadv.com.br. Também é possível fazer contato telefônico, ligando para o número (61) 3717-6088.

“Importante ressaltar que os atendimentos pessoais serão realizados para os contatos recebidos por e-mail e mediante a apresentação da documentação completa e agendamento prévio, caso seja necessário”, diz um trecho do comunicado.

A nota que pode indicar o fim da novela da Unick é assinada por Leidimar Lopes e, aparentemente, foi redigida de Belize. Mais uma vez, o texto fala em dar transparência ao processo, bem como rapidez e eficácia na conclusão dos pedidos de cancelamento.

Outra esperança para os clientes da Unick vem da S. A. Capital, que se define como uma empresa independente de serviços de backoffice. No dia 7 de outubro, a S. A. Capital publicou em seu site uma nota de esclarecimento, na qual dizia prestar serviços para a Golden Stripe Corp., responsável pela Unick. Segundo o texto, a função deles é “realizar os serviços de intermediação de cobrança e pagamentos com relação aos produtos e comissionamentos do projeto Unick Academy”.

Como garantia, a nota da S. A. Capital cita “patrimônio imobiliário localizado em Goiás, com valor geral de vendas superior a R$ 750 milhões”, que serviria “para fazer frente à qualquer dívida, presente ou futura, que o projeto Unick Academy, da empresa Golden Stripe Corp., venha a ter com quaisquer um de seus clientes”.

Reclamações continuam

Independentemente de comunicados oficiais, a Unick continua na berlinda. Em 9 de outubro, havia 13.589 queixas contra a empresa no site Reclame Aqui, sendo a maioria delas referente a não pagamento. Embora haja rumores de que algumas pessoas receberam seus saques, com fotos de comprovantes de depósito que estariam circulando em grupos de Whatsapp, grande parte dos investidores segue sem conseguir ver a cor do dinheiro.

* Imagem de Gino Crescoli por Pixabay

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com