Seria Bitcoin o novo ouro?

O papel do Bitcoin como o novo ouro – uma proteção para investidores – continua a ser importante.

No ano passado, uma ligação entre o ouro e os preços da criptomoedas surgiu após investidores terem começado a trocar ouro por bitcoins. Analistas esperam que tal tendência continue apesar do recente declínio no preço do bitcoin.

Metais preciosos trocados por Bitcoin

Em janeiro de 2017, os analistas da Thomson Reuters divulgaram sua pesquisa sobre o ouro (Gold Survey), na qual ressaltou que, em dezembro, o crescente aumento nos preços da criptomoeda era proveniente de investimentos com metais preciosos. A reportagem disse que, hoje em dia, os investidores de varejo possuem um horizonte de investimento menor, e muitos foram incapazes de resistir à tentação participar no mercado de criptomoedas.

De acordo com o veículo de informação financeira Fortune, Christopher Louney, estrategista da RBC Capital Markets, disse que o desenvolvimento – uma possível ligação entre o valor do ouro e os preços da criptomoeda – é bem recente. Ele disse ter percebido uma possível ligação entre o valor do ouro e os preços da criptomoeda.

Apesar de não existir nenhuma ligação prévia, Louney disse que tal tendência surgiu no fim de 2017 e continuou durante os primeiros meses de 2018 — indicando que, devido ao forte aumento no preço do bitcoin, investidores passaram a vender suas posses em ouro para comprar criptomoedas.

Louney destacou que a ligação entre os dois ativos é fraca – não é o suficiente para alterar os preços do ouro, e não é o suficiente para dizer que investidores estão encarando o bitcoin como um substituto do ouro. Os fatores macroeconômicos que costumam impactar os preços de ouro continuam a ser dominantes, tal como a performance da bolsa de valores.

Louney espera que os preços do ouro encerrem o ano em um valor mais baixo do que quando começaram, por volta da média de $1.303 dólares para o ano, principalmente devido ao aumento do retorno sobre o patrimônio.

Leia mais: Presidente venezuelano alega que a Petro possui grande demanda

Um longo caminho pela frente

O Bitcoin, além de ser volátil, ainda é um ativo relativamente desconhecido em comparação com outros ativos de investimentos. Já o ouro é um ativo consolidado entre investidores institucionais e possui muita liquidez.

Apesar dos volumes de negociações do bitcoin terem recentemente totalizado cerca de $3 bilhões de dólares  em negociações diárias, de acordo com o Conselho Mundial do Ouro (World Gold Council), os volumes de negociações do ouro atingem $250 bilhões de dólares diariamente.

A ligação entre o bitcoin e o ouro pode aumentar futuramente, disse Looney. No futuro, tal relação em evolução pode inverter os papéis, no qual, em tempos difíceis, investidores de bitcoin converterão suas criptomoedas por ouro devido a sua menor volatilidade.

Em um relatório enviado a clientes do banco em Janeiro, o analista da Goldman Sachs Zach Pandl escreveu que o rápido aumento na demanda por bitcoins tem sido causado pela crescente insatisfação com os sistemas monetários regulamentados e com a atual infraestrutura do sistema bancário.

Conforme as criptomoedas forem amadurecendo e evoluindo para uma classe de ativos importantes, Pandl disse que, a longo prazo, criptomoedas como o bitcoin gerarão rendimentos inferiores, mas demonstrarão um elevado nível de estabilidade, como o ouro e outros ativos estáveis.

Fonte: CCN.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/