Sete milhões de usuários do Robinhood têm suas informações pessoais hackeadas

Robinhood revelou que quase um terço de seus mais de 22 milhões de clientes tiveram suas informações pessoais hackeadas.

A plataforma de negociação online disse acreditar que nenhum número de Seguro Social, números de contas bancárias ou números de cartão de débito foram expostos e que, os clientes não viram perdas financeiras por causa da invasão.

Em um blog postado após o fechamento das negociações na segunda-feira, Robinhood afirmou que uma “parte não autorizada” havia exigido um resgate.

Robinhood disse que rejeitou o pedido de pagamento e relatou o ataque. Esses pedidos de resgate não são incomuns em ataques cibernéticos e geralmente, equivalem a uma promessa de não vender os dados comprometidos ou vazá-los gratuitamente online. A empresa não revelou quais os termos envolvidos em seu caso.

O comunicado afirmava que a parte não autorizada obteve acesso às informações manipulando um funcionário do atendimento ao cliente por telefone.

Um número limitado de clientes, 310 pessoas, teve seus nomes, datas de nascimento e códigos postais expostos, com dez clientes adicionais tendo outros detalhes violados.

A empresa disse no Twitter que o “ataque foi contido“.

A empresa, com sede em Menlo Park, Califórnia, contatou a polícia, que está trabalhando com a empresa de segurança Mandiant para investigar o incidente.

“Como uma empresa de segurança em primeiro lugar, devemos aos nossos clientes ser transparentes e agir com integridade.

Disse o diretor de segurança da Robinhood, Caleb Sima, no comunicado da empresa.

Robinhood está disponível apenas para usuários dos EUA e exige que eles tenham mais de 18 anos, forneçam um número de seguro social válido e um endereço válido nos EUA. É aquela informação sensível que a empresa diz não ter sido exposta.

O aplicativo, que permite a negociação de ações de baixo volume por pessoas comuns que procuram investir, explodiu em popularidade no início deste ano e foi amplamente utilizado por investidores especulativos, por trás do frenesi de negociação da GameStop.

Desde o anúncio, as ações da Robinhood caíram 3%.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8