Startup russa irá desenvolver sistema de direitos autorais baseado em Blockchain

O projeto já está encaminhado em outros países

De acordo com a mídia de notícias TASS, uma startup de propriedade intelectual russa assinou um memorando com funcionários de Tashkent, capital do Uzbequistão, para integrar a tecnologia blockchain para uso em direitos autorais.

Aparentemente, Andrey Krichevsky, presidente do Centro Nacional de Coordenação de Transações de Propriedade da Rússia (IPChain), se reuniu com Jasur Zakhidov, chefe do departamento de inovações da capital, durante o Open Innovations Forum, em Moscou.

De acordo com relatos, ambas as partes concordaram em implementar soluções de caráter descentralizado visando proteger os direitos autorais em diversas áreas, tais como patentes e registros de propriedade intelectual.

Jasur destacou ainda que o blockchain poderia auxiliar no desenvolvimento da esfera de direitos autorais, tornando-a lucrativa. Segundo ele, inventores e cientistas geralmente não possuem conhecimento para monetizar sua propriedade intelectual.

“A parceria provavelmente dará um ímpeto ao desenvolvimento do setor de propriedade intelectual no Uzbequistão. A partir deste momento, eles saberão que direitos autorais realmente funcionam e podem ser lucrativos. Como capital, devemos auxiliar autores e mostrar-lhes maneiras de ganhar dinheiro”, declarou.

De acordo com a IPChain, o programa terá início pela digitalização do sistema de registros de patentes em Tashkent.

Em abril, a companhia assinou um acordo para digitalizar registros de patentes e desenvolver um banco de dados baseado em blockchain para o Escritório de Patentes do Estado do Quirguistão.

Leia mais: IOTA apoiará solução de autenticação de identidade digital

FONTE: COINTELEGRAPH