Startup suíça é selecionada para produzir notas fiscais para nova criptomoeda das Ilhas Marshall

A iniciativa servirá como um mecanismo estatal controlável de emissão e circulação

Nesta segunda-feira 28 de janeiro, a Tangem, fabricante suíça de carteiras de criptomoedas, anunciou ter sido selecionada pera reproduzir “notas fiscais blockchain” para a nova criptomoeda da República das Ilhas Marshall.

De acordo com a startup, as notas serão utilizadas para armazenar o Sovereing (SOV), que será lançado como uma moeda legal alternativa no país. O ativo será oficialmente aceito juntamente com o dólar americano.

A iniciativa foi descrita como um “mecanismo controlável de emissão de moeda e circulação para o estado”. As notas irão tomar a forma de um cartão físico protegido por um microprocessador habilitado para blockchain. De acordo com a empresa, o serviço não cobrará taxas, não requer conexão com a internet e será oferecida validação “imediata” de transação.

“A Tangem irá nos ajudar a garantir que os cidadãos, incluindo os que vivem em ilhas remotas e distantes, possam transacionar de forma fácil e prática utilizando SOV.”, disse David Paul, ministro-assistente do presidente das Ilhas Marshall.

Os primeiros planos para a emissão da criptomoeda foram anunciados em fevereiro de 2018, quando foi aprovada a Declaração e a Emissão da Lei da Moeda Soberana. Na época, uma startup israelense chamada Neema foi apontada como a responsável por desenvolver a tecnologia subjacente do novo ativo, utilizando um protocolo chamado Yokwe.

Apesar do engajamento, o plano sofreu alguns retrocessos. Em setembro do último ano, o Fundo Monetário Internacional (FMI) desaconselhou a iniciativa, afirmando que outros fluxos externos poderiam ser interrompidos, resultando em um grande impacto na economia.

Na última semana, Tangem recebeu um investimento de US$15 milhões do SBI Group, grande companhia japonesa. Com o investimento, a startup anunciou que pretende expandir para áreas como stablecoins, ICOs, ofertas simbólicas, entre outros.

FONTE: COINDESK

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli