Teria a Ex-CEO da Bakkt despejado milhões em ações?

Kelly Loeffler supostamente teria despejado milhões em ações depois de uma reunião contando apenas com a presença de Senadores.

A recente derrocada no mercado, amplamente associada à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), viu grandes empresas perderem uma enorme parcela no valor de suas ações. Conseqüentemente, muitos investidores foram expostos a sérios riscos à medida que seus portfólios devem ter afundado como resultado. Alguns acreditam que Kelly Loeffler tenha participação nisso.

De acordo com um relatório recente, a executiva, antiga CEO da Bakkt (plataforma de trading futuro do BTC) e que há pouco se tornou senadora nos EUA, vendeu milhões em ações logo após uma reunião privada com presença exclusiva de senadores.

Os acontecimentos ocorridos após tal reunião

Conforme uma publicação recente no The Daily Beast, a Senadora Kelly Loeffler informou uma venda de ações que pertenciam tanto a ela como a seu marido em 24 de janeiro.

Nesse dia, o seu comitê, o Comitê de Saúde do Senado, organizou uma reunião entre todos os Senadores e algumas autoridades do governo. Entre essas autoridades estavam o chefe do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, o diretor do CDC Anthony Fauci.

Pelo comunicado de imprensa oficial, “senadores teriam a oportunidade de ouvir diretamente das autoridades de saúde do governo com respeito ao que sabemos sobre o vírus até agora e como nosso país está preparado para dar respostas à medida que a situação se desenvolve.”

A primeira venda que Loeffler relatou foi a da Resideo Technologies, avaliada entre 50.001 e $100.000 dólares. Desde então, o preço das ações da empresa caiu mais do que a metade.

Agora, é digno de nota que é ilegal para membros do Congresso fazerem negociações baseadas em informações que não sejam públicas e que tenham sido obtidas por meio de suas responsabilidades oficiais.

Loeffler se pronunciou sobre isso:

Esse é um ataque ridículo e sem base alguma. Eu não tomo decisões de investimento para o meu portfólio. Essas decisões são tomadas por vários outros conselheiros sem quaisquer conhecimento ou envolvimento meu ou de meu marido.

Aparecem as controvérsias

Pela publicação, Loeffler informou a venda de ações avaliadas entre 1.275.000 e 3.100.000 dólares no período entre 24 de janeiro e 14 de fevereiro. O documento ainda relata que as 15 ações vendidas por ela perderam mais de um terço de seus valores, em média.

O que parece ser um pouco mais alarmante, porém, é uma frase que Loeffler disse em 11 de março. É provável que ela tenha subestimado o vírus, dizendo:

“Preocupados com o coronavírus? Lembrem-se disto:

O consumidor é forte, a economia é forte e os empregos estão crescendo, o que nos coloca na melhor posição econômica para lidar com a COVID19 e manter os americanos seguros.”

Os valores das ações, contudo, não parecem seguir a mesma linha. Desde 11 de março, o S&P 500 já caiu mais de 12%. O Dow Jones Industrial Average (DJI) também recuou mais de 14%.

Será interessante vermos como toda a situação se desdobrará.

Fonte: Cryptopotato