Tesla vendeu 75% de suas participações em Bitcoin

Tesla vendeu 75% de suas participações em Bitcoin
Tesla vendeu a maior parte de suas reservas de Bitcoin. Imagem: Coinlive

A Tesla agora detém apenas 25% do Bitcoin que comprou no ano passado.

De acordo com o relatório de ganhos do segundo trimestre de 2022 da Tesla divulgado na terça-feira, a fabricante de automóveis vendeu quase todos os seus BTCs. A venda rendeu à empresa um adicional de US$ 936 milhões em dinheiro para seu balanço.

Conforme o relatório, a Tesla “converteu aproximadamente 75% de suas compras de Bitcoin em moeda fiduciária”, no segundo trimestre de 2022.

“As conversões no segundo trimestre adicionaram US$ 936 milhões em caixa ao nosso balanço”, continua.

A empresa comprou inicialmente US$ 1,5 bilhão em Bitcoin em fevereiro de 2021, adicionando impulso a um mercado de alta já em chamas.

No entanto, a empresa deixou de aceitar Bitcoin para pagamentos de carros em maio do ano passado devido a preocupações ambientais em torno da mineração de Bitcoin.

Desde então, o CEO da empresa, Elon Musk, passou a gostar mais da Dogecoin, que ele considera melhor para transações.

Musk confirmou em julho passado que possui pessoalmente uma mistura de Bitcoin, Ethereum e Dogecoin.

O CEO afirmou que a Tesla pode voltar a aceitar o Bitcoin se ele puder confirmar que sua indústria de mineração está se voltando para energia renovável.

O relatório do segundo trimestre de 2022 do Bitcoin Mining Council descobriu que 59,5% da indústria de mineração funciona com energia sustentável. Esse é o quinto trimestre consecutivo em que esse número ficou acima de 50%.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.