Tether testa Notabene para combater a lavagem de dinheiro

Tether começará a usar o Notabene, uma solução ponta a ponta para combater a lavagem de dinheiro e o crime em transações de criptomoeda.

Notabene é uma solução de blockchain de segunda camada projetada para aplicar a “Regra de Viagem“. Esta é uma imposição da Força-Tarefa de Ação Financeira (FATF), que visa aplicar as mesmas regras aos provedores de serviços de cripto e às instituições financeiras.

Especificamente, a regra de viagens impõe a obrigação de obter, reter e transmitir informações sobre o remetente e o destinatário de transações suspeitas. Outras obrigações incluem congelar fundos e interromper transações de pessoas suspeitas.

O Tether começará a testar o Notabene para se tornar compatível com a “Regra de Viagem” e, assim, combater a lavagem de dinheiro e atividades ilegais que exploram criptoativos.

A regra de viagem também se aplica aos chamados VASPs (provedores de serviços de ativos virtuais), ou seja, entidades que facilitam as transações de criptomoeda.

Tether terá que testar como enviar as informações necessárias com segurança. Após o teste bem-sucedido, o Notabene será permanentemente integrado ao Tether.

Para melhor transparência no mundo cripto.

Com a integração futura do Notabene, a Tether demonstra seu compromisso com a transparência e a legalidade.

Leonardo Real, CCO da Tether, explica:

“É importante que trabalhemos com outras grandes VASPS para construir esta indústria a partir do zero. Como pioneiros da tecnologia de blockchain e líderes em transparência, nos dedicamos não apenas a acompanhar as novas regras, mas também a ajudá-las a moldá-las. Como a “Regra de Viagem” tradicionalmente se aplica a instituições financeiras, vemos este, como um momento oportuno para promover a cooperação entre os canais tradicionais e digitais, a fim de criar melhores serviços para clientes em todo o mundo. Temos o orgulho de liderar o trabalho em nome de todas as stablecoins, para fazer uma mudança positiva no sentido de proteger nossos clientes”.

Pelle Braendgaard, CEO da Notabene acrescentou:

“A stablecoin da Tether consolidou legitimamente seu papel como uma parte central da indústria global de cripto. Notabene está animado em ajudar a Tether a trazer a conformidade com a “Regra de Viagem” cripto FATF, em sua rede global, levando a um mundo cripto mais seguro e compatível com as regulamentações”.

Tether, a rainha das stablecoins.

Não é surpresa que a Tether esteja entre as primeiras empresas de criptomoedas a criar soluções pioneiras para combater o crime e a lavagem de dinheiro envolvendo criptoativos.

Tether é a rainha das stablecoins, com uma capitalização total de quase US $ 70 bilhões. É a criptomoeda estável mais amplamente usada na maioria das exchanges para transações, já que seu valor é bastante semelhante ao do dólar americano.

A Tether conseguiu ganhar a confiança dos investidores por meio da transparência. Já faz algum tempo que divulga suas reservas. Para cada USDT cunhado, deve haver um dólar americano para apoiar o token. A Tether possui reservas em dinheiro e outros ativos e está totalmente garantida. Isso permitiu que ela dominasse o setor de stablecoin, com uma capitalização duas vezes maior que a de seu concorrente direto, USDC.

 

Fonte: Cryptonomist

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8