Revista Time aceitará o Token ApeCoin como forma de pagamento

TIME

A revista Time anunciou que nas próximas semanas, passará a aceitar ApeCoin (APE) nas assinaturas na versão digital

ApeCoin, é um token baseado em Ethereum e foi recentemente emitido pela Yuga Labs, os criadores do Bored Ape Yacht Club.

Anteriormente, a revista havia possibilitado o pagamento de assinaturas digitais com Bitcoin e outras criptomoedas, incluindo XRP, Ether e Dogecoin, em abril passado.

https://twitter.com/timepieces/status/1505531375222501380?s=20&t=ujPIhhkE4LwiOElo5an6Ig

A Time Magazine também esteve envolvida em tokens não fungíveis (NFTs). Em 2021, a revista leiloou algumas de suas capas como NFTs e também concordou em manter Bitcoin em seu balanço após uma parceria com a Grayscale.

Enquanto na semana passada, a publicação de 98 anos publicou sua primeira edição como uma NFT que teve o cofundador do Ethereum Vitalik Buterin em sua capa. Nessa publicação, o programador compartilhou sua preocupação com o setor de criptomoedas, dizendo que poderia se transformar em uma distopia governada por atores famintos por poder.

A criptomoeda nativa do ecossistema BAYC, ApeCoin, foi lançada aos proprietários do Bored Ape Yacht Club na quinta-feira e também começou a ser negociada nas principais exchanges de criptomoedas.

Durante as primeiras horas de negociação, a moeda subiu para US$ 39,40 antes de cair para US$ 8,90.

O token foi projetado para funcionar como uma camada de protocolo descentralizada para uma ampla gama de iniciativas que serão lideradas pela comunidade Bored Ape. Atualmente, o token baseado em Ethereum está avaliado em US$ 2,9 bilhões, o que o torna a 48ª maior criptomoeda por valor de mercado, sendo negociada a US$ 10,06, tendo uma desvalorização de 4,99% em 24h e uma valorização de 912,98% semanal.

Em seu site, o token anunciou que o Processo de Proposta de Melhoria da APE permitiria que os membros da ApeCoin DAO tomassem decisões sobre alocações de Fundos Ecossistêmicos, regras de governança, projetos, parcerias e além, informou o Blockchain.News .

A associação ApeCoin DAO está aberta a todos os titulares de ApeCoin.

A Yuga Labs também planeja vender terrenos virtuais para arrecadar milhões de dólares. Embora a Yuga tenha faturado US$ 127 milhões em receita líquida no ano passado, ela busca levantar novos fundos com uma avaliação de US$ 5 bilhões.

Yuga projeta que sua receita líquida chegará a US$ 455 milhões em 2022 – principalmente por meio de receitas das vendas de terrenos virtuais.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_